Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 24 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Decisão da China de suspender taxas à carne de frango do Brasil favorece exportações

O fato é uma importante comprovação das boas relações construídas entre os Governos do Brasil e China, e entre os entes dos setores privados dos dois países afirmou a ABPA na nota
Fotos: J. Guedes
Fotos: J. Guedes

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que representa a indústria de aves e suínos do país, comemorou o fim do processo antidumping chinês que estabelecia a aplicação de tarifas provisórias de até 34,2% sobre as exportações de carne de frango do Brasil. A decisão chinesa foi confirmada pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria de Comércio (MDIC).

Segundo a entidade, com a suspensão da cobrança as empresas do Brasil voltarão a competir em condições de igualdade com exportadores de outros países. Mesmo com as tarifas provisórias, a China é um dos principais destinos da proteína brasileira. Em janeiro, o país asiático importou 38,4 mil toneladas, ficando atrás de Japão (40,1 mil) e Emirados Árabes Unidos (38,7 mil).

Desde o início do ano passado, contudo, os preços dos cortes enviados à China recuaram, o que estreitou as margens de exportadores como BRF e Seara (controlada pela JBS). O fim da tarifa sobre alguns cortes, portanto, elevará a lucratividade da operação.

A medida antidumping, que varia de 17,8% a 34,2%, não é aplicada desde o dia 17 de fevereiro, quando não foi renovada, informou o ministério.  

Contudo, essa não era a única restrição. Além disso, 14 empresas brasileiras fizeram acordos de “compromissos de preços” com o governo chinês, que as obriga a praticar preços superiores a um patamar mínimo definido anteriormente. Ambas as barreiras prejudicavam a competitividade do produto brasileiro na China.

De acordo com o Ministério da Agricultura, foi possível obter esse acordo porque em 2023 o governo brasileiro atuou junto a autoridades chinesas em diversos foros e também durante a realização de mecanismos bilaterais de cooperação.

Sanidade brasileira ajuda vendas

Apesar da restrição chinesa ao produto brasileiro para incentivar a produção local, o fim da medida antidumping também está ligado ao fato de que o Brasil tem conseguido manter sua sanidade na produção comercial de aves. Outros países grandes produtores como os Estados Unidos e França tiveram produções comerciais atingidas pela influenza aviária.

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em nota, avaliou como positiva a decisão chinesa de não renovar o embargo. Ela afirmou que, agora, os exportadores brasileiros, que já são os principais fornecedores externos de carne de frango in natura para a China, voltarão a competir em igualdade com outros exportadores.

O fato é uma importante comprovação das boas relações construídas entre os Governos do Brasil e China, e entre os entes dos setores privados dos dois países afirmou a ABPA na nota.

Para o ministério, o fim da medida antidumping vai tornar as exportações do Brasil mais competitivas. Ele observa que, algumas empresas, mesmo podendo exportar para a China, não estavam conseguindo justamente por causa das medidas antidumping.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.