Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 1 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Juizado do Torcedor decreta prisão preventiva de torcedora argentina acusada de injúria racial no Maracanã

Maria Belen Mautecci, segundo afirmou uma testemunha, teria dito a frase “escuta aqui pedaço de macaca, é a minha vez” a uma funcionária do estádio que trabalhava naquela noite
Torcedora argentina é detida acusada de racismo no Maracanã — Foto: Bruno Murito
Torcedora argentina é detida acusada de racismo no Maracanã — Foto: Bruno Murito

O Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de uma torcedora argentina acusada de injúria racial. O caso teria acontecido durante a confusão que culminou no atraso da partida entre Brasil e Argentina, no Maracanã, pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026.

Maria Belen Mautecci, segundo afirmou uma testemunha, teria dito a frase “escuta aqui pedaço de macaca, é a minha vez” a uma funcionária do estádio que trabalhava naquela noite. Ainda na terça, ela havia sido encaminhada ao Jecrim (Juizado Especial Criminal) do Maraca, onde teve sua prisão em flagrante decretada.

“Trata-se de crime grave e recorrentemente praticado a despeito da profunda indignação por parte da sociedade e dos vários alertas emitidos por este Juizado através do sistema audiovisual deste estádio, inclusive em diversos idiomas. Indefiro o pedido de liberdade provisória, convertendo a prisão em flagrante em preventiva”, destacou a juíza do caso em sua decisão.

Além de ter sido autuada por conta do suposto caso de racismo, Maria Belen e outros 17 torcedores também foram encaminhados para o Juizado do Torcedor “por provocarem tumulto, desacato, resistência, furto, entre outros crimes”. A confusão no setor do Maracanã, que envolveu argentinos e brasileiros, atrasou em quase meia hora o início do jogo e gerou revolta principalmente nos jogadores da Argentina, que ameaçaram não jogar. No entanto, a situação foi contornada e o jogo aconteceu.

Com os compromissos em 2023 já encerrados, o Brasil agora terá tempo para que seus principais jogadores retornem de lesão, como Neymar, Vinicius Júnior e Casemiro, entre outros. Em 2024, a Amarelinha volta a campo para a disputa da Copa América, que será sediada nos Estados Unidos e começará em julho.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.