Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 24 de fevereiro de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Outubro Rosa: Saúde da Mulher em Foco com Dr. Victor Rocha, será tema de live na Câmara de Campo Grande

Nossa intenção com essa live é tirar as principais dúvidas da população sobre o câncer de mama e sobre a saúde da mulher
Imagem e Texto: Assessoria Parlamentar/CMCG
Imagem e Texto: Assessoria Parlamentar/CMCG

A Câmara Municipal de Campo Grande realiza no próxima dia 31/10 (terça-feira), a partir das 19 horas, uma live com o tema: “Outubro Rosa Saúde da Mulher em foco” com o vereador Dr. Victor Rocha, por meio dos canais oficiais da Câmara de Campo Grande. O evento faz parte da programação do Outubro Rosa – mês de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.

Segundo o vereador e médico da Casa Rosa, Dr. Victor Rocha, a participação da Câmara de Vereadores na campanha do Outubro Rosa é importante para conscientizar a população sobre a prevenção do câncer de mama. “Nosso papel enquanto legislador é realizar ações que possam promover a saúde da mulher e apoiar iniciativas relacionadas à detecção precoce e tratamento da doença. Além disso, a Câmara pode incentivar políticas públicas voltadas para a saúde da mulher, como a ampliação do acesso aos exames e tratamentos. Nesse intento nasceu a Casa Rosa”, pontuou o parlamentar.

Médico há 20 anos, Dr. Victor Rocha alerta que muitas pessoas associam o desenvolvimento do câncer de mama com fatores genéticos e de risco, como mulheres com histórico familiar de câncer e fatores como idade avançada. Essas informações, porém, não significam um diagnóstico pré-estabelecido da doença, não podemos generalizar, cada organismo é particular e age de maneira diferente. “A prevenção é o método mais seguro para prevenir e diagnosticar precocemente o câncer, pois se descoberto na fase inicial a chance de cura é de 90 a 95%”, pontuou.

“Convidamos toda a sociedade, não só as mulheres, mas os homens para que compartilhem as informações sobre a importância do autoexame mensal, do exame clínico anual e da mamografia anual a partir dos 40 anos”, reforçou Dr. Victor Rocha.

O câncer de mama é o câncer mais comum na mulher e o que apresenta a maior mortalidade. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA) são esperados 73.610 casos novos no Brasil em 2023, além de 17.825 óbitos por câncer de mama. O diagnóstico precoce proporciona o tratamento em tempo hábil e a redução da mortalidade.

As diretrizes da Sociedade Brasileira de Mastologia para a redução da mortalidade para o rastreamento, diagnóstico e tratamento do câncer de mamas são o caminho para a mudança desse quadro.

Em novembro de 2021, foi implantado o Ambulatório de Mastologia Integrado com exames de imagem (mamografia e ultrassonografia), biópsias de mama (PAAF e Core) e patologia (14 dias – biópsia e imuno). Com oferta de 320 vagas de consulta em Mastologia por mês pelo SISREG/SUS.

A Casa Rosa possibilita o diagnóstico precoce do câncer de mama através da consulta integrada e resolutiva. Com protocolos clínicos, consultas e exames no mesmo local, dando agilidade ao diagnóstico do câncer de mama. Reduzindo a mortalidade por câncer de mama e os investimentos da assistência.

“Nossa intenção com essa live é tirar as principais dúvidas da população sobre o câncer de mama e sobre a saúde da mulher. Mostrando os caminhos para que as mulheres possam buscar assistência médica por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Participem conosco. Mandem as suas perguntas”, finalizou.

Para ser consultado na Casa Rosa, basta pegar o encaminhamento médico, na Unidade de Saúde mais próxima da sua casa, para o Ambulatório de Mastologia do Dr. Victor Rocha, conhecido como projeto Casa Rosa.

Os atendimentos na Casa Rosa são realizados nas manhãs e tardes de sextas-feiras no ambulatório social da Maternidade Cândido Mariano, localizado na Rua 25 de Dezembro, nº 509, na região central de Campo Grande/MS.

Até o dia 20 de outubro de 2023, a Cara Rosa realizou 6.675 atendimentos (entre primeiro atendimento e retorno), 2217 ultrassonografias, 1088 mamografias, 1028 biópsias de mama e 39 cirurgias de mama. Com 123 casos diagnosticados de câncer de mama, que já foram encaminhados para o devido tratamento.

A Live será transmitida ao vivo pelo Facebook e Youtube da Casa de Leis.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.