Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 25 de maio de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

La Liga fará denúncia após torcida do Atlético de Madrid chamar Vinicius Junior de chimpanzé

Vinicius Junior foi vítima de racismo inúmeras vezes nos últimos anos na Espanha. A luta do brasileiro contra a discriminação ganhou maior dimensão após ele não aceitar os insultos recebidos
Vinicius Junior ergue punho contra racismo em jogo do Real Madrid contra Valencia — Foto: Alex Caparros/Getty Images
Vinicius Junior ergue punho contra racismo em jogo do Real Madrid contra Valencia — Foto: Alex Caparros/Getty Images

A La Liga vai denunciar ao Ministério Público da Espanha os cantos racistas de torcedores do Atlético de Madrid contra Vinicius Junior. O atacante brasileiro do Real Madrid foi chamado de chimpanzé nos arredores do Metropolitano, na quarta-feira, antes de os colchoneros eliminarem a Inter de Milão nas oitavas de final da Champions League.

De acordo com a imprensa espanhola, não interfere o episódio ter acontecido em um campeonato não organizado pela La Liga. A entidade espanhola pretende agir “para que o futebol seja um espaço livre de ódio” e que “vai perseguir essas atitudes seja qual for a competição”.

Segundo o jornal “As”, o grupo de torcedores puxou o canto contra Vini Jr. enquanto aguardava a chegada do ônibus do Atlético de Madrid, fazendo um corredor com sinalizadores e fumaça. Quando a torcida puxava um canto para exaltar o clube (“Alé, alé, alé, Atletico te amo, contigo até o final”), alguns torcedores mudaram a letra para ofender o brasileiro.

– Alé, alé, alé, Vinicius chimpanzé – gritaram.

Essa não foi a primeira vez que Vinicius Junior foi alvo de racismo no ambiente do Metropolitano, estádio do Atlético de Madrid, rival local do Real. Em setembro de 2022, por exemplo, o brasileiro foi chamado de macaco durante o clássico madrilenho no estádio. Na atual temporada, também houve um episódio de preconceito contra o atacante, novamente chamado de macaco, mas na chegada do Real Madrid ao Metropolitano.

Um dos casos mais emblemáticos ocorreu em janeiro de 2023, quando torcedores do Atlético penduraram um boneco em um viaduto, simulando um enforcamento de Vinicius Junior, antes de clássico contra o Real. Os sócios foram identificados e suspensos pelo Atlético, além de receberem um banimento dos estádios por dois anos e multa de 60 mil euros.

Vinicius Junior foi vítima de racismo inúmeras vezes nos últimos anos na Espanha. A luta do brasileiro contra a discriminação ganhou maior dimensão após ele não aceitar os insultos recebidos em jogo contra o Valencia, no Mestalla, no dia 21 de maio do ano passado. O caso ganhou grande repercussão, provocou a reação da LaLiga e gerou um processo na Justiça Espanhola, ainda aberto.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.