Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 24 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Acusado de estuprar frentista no Jardim Noroeste é encontrado morto em casa

Israel foi levado para o Presídio Militar, onde ficou até o dia 11 de setembro, quando foi solto
Israel Giron foi preso por suspeita de estuprar uma frentista em agosto deste ano (Foto: Reprodução)
Israel Giron foi preso por suspeita de estuprar uma frentista em agosto deste ano (Foto: Reprodução)

Israel Giron Arguelho Carvalho, 30 anos, foi encontrado morto no final da manhã desta terça-feira (17), na casa onde morava no Bairro Coronel Antonino, em Campo Grande.

Em agosto deste ano, ele chegou a ser preso por suspeita de estuprar uma frentista de 24 anos, quando ela voltava do trabalho.

Israel foi preso no dia 11 de agosto, três dias após o crime. A investigação da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) apontou que ele teria usado a arma da corporação para ameaçar a vítima que foi abordada em uma rua do Bairro Jardim Noroeste, quando saiu do posto de combustíveis onde trabalhava, por volta das 21h do dia 8 daquele mês.

O policial foi preso em casa no Bairro Ana Maria do Couto e optou por ficar em silêncio durante o depoimento. Com ele a polícia encontrou a arma e a camiseta usadas no momento do crime, além do Fiat Mobi branco, reconhecido pela vítima.

Israel foi levado para o Presídio Militar, onde ficou até o dia 11 de setembro, quando foi solto. Há aproximadamente 10 dias, ele se mudou com a família para a casa no Coronel Antonino onde foi encontrado morto com um tiro na cabeça. Equipes das polícias Civil e Militar, além da Perícia foram acionadas.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.