Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 3 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Ana Hickmann dá resposta após pedido de prisão por parte do ex marido

O empresário ainda teria tentado chamar a polícia e o Conselho Tutelar para denunciar o descumprimento da decisão em flagrante, já que só conseguiu tomar um lanche ao final da tarde
(crédito: Reprodução Instagram)
(crédito: Reprodução Instagram)

Alexandre Correa pediu a prisão de Ana Hickmann após acusa-la de alienação parental por descumprir uma decisão judicial. Segundo o ex-marido da apresentadora ela impediu o filho, que tem 9 anos, de passar férias com o pai.

Os advogados do empresário pediram a prisão em flagrante da apresentadora na quarta (3), alegando que Ana Hickmann se recusou a entregar o filho na data do acordo, algo que já era determinado e intermediado pelos avós paternos. As informações são do Notícias da TV.

O empresário ainda teria tentado chamar a polícia e o Conselho Tutelar para denunciar o descumprimento da decisão em flagrante, já que só conseguiu tomar um lanche ao final da tarde. Porém, sua ligação não teve êxito.

“Não resta outra saída para o requerente senão recorrer novamente ao Poder Judiciário para que a requerida cumpra com a lei e permita a convivência entre pai e filho, conforme já foi determinado pela Justiça, bem como para que ocorra a prisão em flagrante dentro do período de 24 horas”, informaram os advogados Diva Carla Bueno Nogueira e Enio Martins Murad, do escritório Bueno Nogueira à publicação.

Resposta de Ana Hickmann

Por sua vez, a assessoria de Ana Hickmann se pronunciou e informou que a data foi alterada e a apresentadora vai cumprir com o combinado.

“Foi acordado entre os advogados de Ana Hickmann e Alexandre Correa, doutor Guilherme Valdetaro e doutora Diva Carla Bueno Nogueira, respectivamente, a transferência do período de férias de Alexandre Hickmann Correa com o pai para os dias 9 a 17 de janeiro. A determinação será cumprida, conforme alinhada entre ambas as partes”, diz o comunicado.

Caso volte a descumprir a lei, Ana Hickmann pode cometer duas infrações: desobediência legal de ordem de funcionário público e alienação parental.

Vale lembrar que, no ano passado, a própria juíza da 1ª Vara Criminal e de Violência Doméstica e Familiar de Itu, Andrea Ribeiro Borges que, inclusive, concedeu a medida protetiva que Ana Hickmann solicitou afirmou que isso não impediria a convivência entre pai e filho, já que a única medida nestes encontros é que não houvesse qualquer contato de Ana e Alexandre.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.