Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 14 de julho de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Cinco alimentos que ajudam elevar as taxas de colesterol

“As gorduras trans encontradas nas frituras são um dos principais fatores que elevam o colesterol ruim e diminuem o colesterol bom, aumentando o risco de doenças cardiovasculares”
Os alimentos de fast food são altamente processados e ricos em gorduras ruins
Os alimentos de fast food são altamente processados e ricos em gorduras ruins

Você sabia que alguns dos alimentos que consumimos diariamente podem estar prejudicando seriamente a nossa saúde cardiovascular? O colesterol alto é uma das principais causas de doenças cardíacas, e muitas vezes, nossas escolhas alimentares são os maiores vilões. Conversamos com a nutricionista Lívia Muniz, que listou cinco alimentos que pioram as taxas de colesterol.

Refrigerante

Os refrigerantes, especialmente os açucarados, são verdadeiras bombas para a saúde. Além de contribuir para o ganho de peso, que é um fator de risco para o colesterol alto, o alto teor de açúcar pode aumentar os níveis de triglicerídeos no sangue, o que agrava ainda mais a situação. Beber refrigerante regularmente pode desregular o metabolismo lipídico, favorecendo o aumento do colesterol ruim (LDL). De acordo com a nutricionista Livia Muniz, “O consumo excessivo de açúcar presente nos refrigerantes está diretamente associado ao aumento de triglicerídeos e ao descontrole das taxas de colesterol”.

Embutidos e carne processada

Salsichas, salames, presuntos e outros embutidos são carregados de gorduras saturadas e trans, que são conhecidas por elevar o colesterol LDL. Além disso, esses alimentos frequentemente contêm altos níveis de sódio e conservantes que podem aumentar a pressão arterial, outro fator de risco para doenças cardiovasculares. “Os embutidos não só aumentam o colesterol ruim, mas também são ricos em sódio, o que pode causar hipertensão. É essencial limitar o consumo desses alimentos”, alertou a nutricionista.

Frituras

Quem resiste a uma batata frita crocante? No entanto, frituras são ricas em gorduras trans, que são extremamente prejudiciais para o coração. Essas gorduras aumentam o colesterol LDL e diminuem o colesterol bom (HDL), criando um cenário perfeito para o desenvolvimento de problemas cardíacos. Optar por métodos de preparo como assar ou grelhar pode fazer uma grande diferença para sua saúde. “As gorduras trans encontradas nas frituras são um dos principais fatores que elevam o colesterol ruim e diminuem o colesterol bom, aumentando o risco de doenças cardiovasculares”, explicou Lívia.

Cereais matinais

Embora possam parecer uma opção saudável, muitos cereais matinais são carregados de açúcares adicionados e farinhas refinadas. Esse combo pode levar a picos de insulina e aumentar os níveis de triglicerídeos no sangue. Além disso, a falta de fibras nesses cereais não ajuda na redução do colesterol ruim. “É importante ler os rótulos dos cereais matinais. Muitos contêm altos níveis de açúcar, o que pode afetar negativamente as taxas de colesterol. Prefira cereais integrais sem adição de açúcar”, recomendou.

Fast food

Fast food é sinônimo de praticidade, mas também de alto teor de gorduras saturadas e trans. Hambúrgueres, pizzas e batatas fritas não só contribuem para o aumento do colesterol LDL, mas também são pobres em nutrientes essenciais. Consumir fast food com frequência pode levar a um aumento significativo no risco de doenças cardiovasculares. “Os alimentos de fast food são altamente processados e ricos em gorduras ruins. Evitá-los e optar por refeições caseiras é uma escolha muito mais saudável”, afirmou Livia Muniz.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.