Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Comerciante dono de pizzaria é preso por prostituir mais de 6 adolescentes em Dourados

A polícia também acionou a Vigilância Sanitária, pois, na pizzaria, havia lixo apodrecendo, ração junto com produtos abertos, utilizados para a produção das pizzas, e massas de pizza prontas, expostas em local insalubre
Momento em que comerciante chegava à delegacia (Foto: Adilson Domingos)
Momento em que comerciante chegava à delegacia (Foto: Adilson Domingos)

Dono de conhecida pizzaria foi preso nesta sexta-feira (27) em Dourados acusado de submeter adolescentes à prostituição. Segundo a polícia, o comerciante de 39 anos prometia pizzas, dinheiro e até iPhone para fazer sexo com meninas com idades entre 14 e 16 anos.

A.C.M. foi preso preventivamente pela DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher). Além de submeter as adolescentes à prostituição, o comerciante também é acusado de fornecer bebida alcoólica e cigarro eletrônico às meninas.

Investigação que ainda está em andamento já identificou pelo menos seis adolescentes, entre 14 e 16 anos, que mantiveram relação sexual com o empresário em troca de vantagens financeiras.

Conforme a polícia, A.C.M. tinha preferência por adolescentes virgens e não utilizou preservativo em algumas das relações sexuais. Para convencer as meninas a praticarem sexo com ele, oferecia dinheiro por meio de Pix, cigarros eletrônicos e até celulares. A polícia também investiga se o comerciante aliciava as adolescentes para participação em “festinhas” regada à bebida alcoólica.

Para pedir a prisão preventiva do empresário douradense, investigadores da DAM reuniu farto material que serve de prova dos crimes, entre o qual estão filmagens em tabacaria, vídeos das “festinhas”, mensagens trocadas entre adolescentes e o suspeito, além de extrato de entrada em motel, onde A.C.M. levava adolescentes e para manter relação sexual.

O comerciante mora anexo à pizzaria, no Jardim América. No local os policiais apreenderam objetos para prática de relação sexual, bebidas alcoólicas e aparelhos telefônicos.

A polícia também acionou a Vigilância Sanitária, pois, na pizzaria, havia lixo apodrecendo, ração junto com produtos abertos, utilizados para a produção das pizzas, e massas de pizza prontas, expostas em local insalubre. A DAM mantém as investigações para identificar outras vítimas. A polícia já descobriu que ele paga por sexo com adolescentes desde 2022, pelo menos.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.