Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 1 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Eduardo Riedel discutiu investimentos ao Estado para fortalecer economia e infraestrutura durante agenda em Brasília

No encontro foram discutidos projetos importantes para infraestrutura e logística do Estado, como rodovias, ferrovias e obras previstas no Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).
Reunião do governador em Brasília para firmar acordo com o BID - Fotos: Guilherme Pimentel
Reunião do governador em Brasília para firmar acordo com o BID - Fotos: Guilherme Pimentel

O governador Eduardo Riedel avaliou como positiva e produtiva as inúmeras agendas feitas em Brasília. Foram tratados assuntos importantes para o desenvolvimento e futuro do Mato Grosso do Sul, entre eles a reforma tributária, a parceria com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e projetos importantes para infraestrutura, como a delegação das rodovias BR-262 e BR-267 ao Estado, para que entre no projeto de concessão junto com a MS-040.

“Foi um dia extremamente produtivo. Assim vamos construindo este Estado que tem um ritmo de crescimento acima da média nacional, mas que precisamos dar boas condições para que as empresas sejam mais competitivas e possam gerar oportunidades para nossa gente”, afirmou o governador.

Um dos temas centrais em Brasília foi a discussão da reforma tributária, onde o governador se reuniu com o senador Eduardo Braga, relator da reforma. O objetivo foi reduzir as perdas e impulsionar a arrecadação do Mato Grosso do Sul. Junto com a bancada federal conseguiu incluir no texto a prorrogação do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de MS) por mais dez anos. Antes o fundo teria validade até 2033 e agora irá funcionar até 2043.

Em entrevista às mídias nacionais também reforçou que é a favor da reforma tributária, que segundo ele é importante para o futuro do Brasil. “Uma reforma que o País tem que enfrentar, não é a perfeita, mas uma reforma possível, dentro da complexidade e diversidade do País, que é heterogêneo”.

Ao longo do dia o governador fechou os últimos detalhes do contrato com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que tem como foco o trabalho de modelagem e elaboração de estudos de PPPs (Parceria Público-Privada) voltados para a área da saúde pública, com a intenção atrair investimentos privados estimados em R$ 1 bilhão para o setor.

Também participou do 6º Brasil Investment Forum (BIF 2023), maior evento de investimentos estrangeiros da América Latina. No encontro apresentou as estratégias adotadas pelo Estado para alcançar um desenvolvimento em negócios sustentáveis e atrair investimentos. 

Governador participou do 6º Brasil Investment Forum

Infraestrutura e transportes

O governador terminou os compromissos em Brasília na terça-feira (7) em uma grande reunião com o ministro dos Transportes, Renan Filho. No encontro foram discutidos projetos importantes para infraestrutura e logística do Estado, como rodovias, ferrovias e obras previstas no Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

“Tratamos sobre grandes projetos estruturantes, como a delegação da BR-262 e BR-267 para que a gente possa concessionar junto com a MS-040. Outro assunto foi os investimentos das obras do PAC para Mato Grosso do Sul”, descreveu o governador.

Governador e bancada federal se reuniu com ministro Renan Filho

Riedel ainda revelou que no encontro tratou da alça de acesso a ponte sobre o Rio Paraguai, em Porto Murtinho, que será feita pelo Governo Federal. “Até o dia 14 (novembro) deve homologar a licitação e já estão planejando a assinatura da ordem de serviço para o início da obra. Este investimento é muito importante para rota bioceânica”.

Outro tema que entrou na discussão foram os investimentos em ferrovias que passam pelo Estado. “Elas são muitos importantes, com aumento do volume de cargas e investimentos da iniciativa privada no Estado. Precisamos revitalizar a Malha Oeste, para que volte a funcionar esta importante ferrovia para Mato Grosso do Sul”.

A reunião contou com a presença dos secretários Jaime Verruck (Semadesc), Hélio Peluffo (Seilog), Eliane Detoni (EPE), assim como os deputados federais e senadores que formam a bancada federal do Estado.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.