Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 14 de julho de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Empresário acusado de estuprar menores pagava R$ 1 mil por sexo com meninas virgem

Segundo investigações da Polícia Civil, o acusado pagava as adolescentes pela prática de sexo. Se condenado, sua pena pode ultrapassar os 100 anos de prisão por causa da quantidade de vítimas

Na manhã desta sexta-feira (14/6), um empresário, de 61 anos, foi preso pelos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual de adolescentes, durante a Operação Predador, realizada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), mediante a Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). O cumprimento de mandado de prisão temporária e de busca e apreensão ocorreu no Itapoã.

Segundo investigações da PCDF, o acusado aliciou e abusou de dezenas de adolescentes, a maioria com 12 e 13 anos. Uma das vítimas, atualmente com 16, era abusada desde seus 13 anos. O autor as pagava pela prática de sexo, chegando a dar R$ 1 mil para meninas virgens. As vitimas mais velhas tinham a missão de conseguir garotas virgens e mais novas. Além de dinheiro, o autor também dava presentes e organizava festas com menores.

O acusado teve prisão temporária de trinta dias decretada, a qual poderá ser renovada ou convertida em preventiva ao final das investigações. Ele responde aos crimes de estupro de vulnerável e exploração sexual e, se condenado, sua pena pode ultrapassar os cem anos de prisão, em vista da grande quantidade de vítimas.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.