Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de maio de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Estudante que sumiu após mensagens sobre bullying é encontrada 48h depois

A adolescente, que mora com a mãe e o padrasto no bairro Jardim Campo Alto, em Campo Grande, desapareceu na tarde de segunda-feira (11)
Caso foi denunciado na DEPCA
Caso foi denunciado na DEPCA

Desaparecida desde às 15h de segunda-feira (11), adolescente foi encontrada nesta quarta em Campo Grande. Nem a família, nem a polícia repassaram detalhes sobre o endereço onde ela foi localizada ou como.

Nas redes sociais foi publicado um agradecimento às pessoas que compartilharam a foto da menina, sem qualquer outra informação, “para preservar a imagem da vítima”, justifica a Polícia Civil.

A garota saiu da casa onde mora, com a mãe e o padrasto, no Bairro Jardim Campo Alto, em Campo Grande, na tarde do dia 11 e não foi mais vista. A família da adolescente contou que ela era vítima de bullying na escola e que teve um desentendimento com uma colega durante a aula.

A mãe chegou a trocar mensagens com a filha sobre o ocorrido, mas não houve menção de fuga. Amigas apresentaram, inclusive, áudios de desabafando sobre sofrer pressão psicológica na escola.

Segundo os relatos, aos familiares a menina disse que dormiu em espaços públicos e foi acolhida por moradores de rua.

“Ela disse que dormiu em uma praça e que se enturmou com moradores de rua. Ela falou que eles se reuniam e compravam salgados e água para ela e foi assim que se manteve nesses dois dias”, relata.

A menina teria dito a família que fugiu porque estava sofrendo bullyng na escola e que não sabia lidar com a situação. Ela ainda teria dito ainda que não voltou para casa com receio da reação da família pelo sumiço.

E que ficou com medo de voltar e a gente brigar por ela ter fugido e que não sabia que estávamos procurando por ela até ser reconhecida por esse rapaz que a viu na rua e a convenceu a ir com ele até a delegacia. Ela contou que, enquanto estava na rua, alguns policiais passaram por ela e não fizeram nada, por isso, imaginou que não estávamos procurando por ela”, explica uma prima da adolescente.

Não há informações sobre o rapaz que teria acompanhado a menina até a DEPCA. Nesta tarde, a adolescente passou por oitiva especial com psicólogos da delegacia e depois foi entregue à família.

Desaparecimento

A adolescente, que mora com a mãe e o padrasto no bairro Jardim Campo Alto, em Campo Grande, desapareceu na tarde de segunda-feira (11). Os responsáveis estavam trabalhando quando a menina fugiu.

A mãe procurou a polícia para registrar boletim de ocorrência no início da madrugada de terça-feira (12). Conforme o registro, ela estava no trabalho durante a manhã de ontem e adolescente teria tido uma ‘confusão’ na escola. Diante disso, a mulher entrou em contato com a filha via WhatsApp, onde conversaram sobre o ocorrido, mas nada que incitasse uma possível fuga da adolescente.

A prima contou que menina havia deixado uma mensagem para uma amiga desabafando que estava cansada de sofrer pressão psicológica na escola e bullying Após ser encontrada ela disse à família que este foi o motivo de ter fugido de casa.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.