Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 3 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Ex-servidor da Câmara Municipal de Campo Grande preso com pornografia infantil vai a julgamento

Em julho, voltou a ser preso durante cumprimento de mandado de busca e apreensão da Operação Sentinela, desenvolvida rotineiramente pela DEPCA
orge Nakkoud, de 51 anos foi exonerado pela Câmara Municipal de Campo Grande Foto: Arquivo/Facebook
orge Nakkoud, de 51 anos foi exonerado pela Câmara Municipal de Campo Grande Foto: Arquivo/Facebook

Ex-servidor da Câmara de Vereadores de Campo Grande Jorge Nakkoud,de 51 anos, vai a julgamento em maio de 2024 por armazenar e compartilhar material com pornografia infantil. O acusado foi preso em flagrante duas vezes, em maio e julho deste ano, em ações da Polícia Federal e da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). 

A denúncia por vender vídeos e fotos com pornografia infantil, crime cometido 272 vezes, e por armazenar o material, 14.101 vezes, foi aceita pela 3ª Vara Federal de Campo Grande. A pena somada para estes delitos pode chegar a 12 anos, sem levar em consideração as agravantes previstas no Código Penal.

O juiz Bruno Cezar da Cunha Teixeira marcou a audiência de instrução e julgamento para o dia 7 de maio de 2024, às 14h (horário de MS), por videoconferência. 

O acusado exercia cargo comissionado na Câmara de Vereadores da Capital, com salário bruto de R$ 11 mil, quando foi preso pela primeira vez, em maio, pela Polícia Federal. Foi solto após pagar fiança de R$ 8 mil.

Em julho, voltou a ser preso durante cumprimento de mandado de busca e apreensão da Operação Sentinela, desenvolvida rotineiramente pela DEPCA. 

Com o denunciado, foram encontrados 50 arquivos de material pornográfico infantil. Outro homem foi detido e um adolescente, apreendido, por cometerem o mesmo crime.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.