Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 17 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Faustão passa por transplante de rim em São Paulo

No domingo, o hospital foi acionado pela Central de Transplantes do Estado de São Paulo para realizar a avaliação sobre a compatibilidade de um órgão doado
Créditos - OFuxico
Créditos - OFuxico

O apresentador Fausto Silva, o Faustão, passou por um transplante de rim na manhã desta segunda-feira (26), no Hospital Albert Einstein. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital. Ainda conforme a unidade hospitalar, Faustão deu entrada no último domingo, dia 25 de fevereiro, para se preparar para o transplante. Ele teve um agravamento de uma doença renal crônica.

No domingo, o hospital foi acionado pela Central de Transplantes do Estado de São Paulo para realizar a avaliação sobre a compatibilidade de um órgão doado. O apresentador seguirá em observação para acompanhamento da adaptação do órgão e controle clínico.

Problemas renais e novo coração

Esses problemas renais se intensificaram após o quadro de insuficiência cardíaca enfrentado pelo apresentador de 73 anos, em agosto de 2023. Na ocasião, Faustão deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein, no dia 5 de agosto. Ele entrou na fila de transplantes e recebeu um novo coração no dia 27 do mesmo mês.

O responsável pela doação foi um jogador de futebol de várzea de Santos, Fábio Cordeiro da Silva, que havia morrido no dia anterior em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Após o transplante de coração e sem quadro de rejeição do órgão, Fausto Silva deixou o hospital no dia 10 de setembro, dando continuidade ao tratamento com fisioterapias de casa.

Desde então, ele tem feito fortalecimento muscular, fisioterapia e diálises, para reduzir o desgaste dos rins.

Veja boletim

O paciente Fausto Silva deu entrada no Hospital Israelita Albert Einstein no dia 25 de fevereiro para preparação para um transplante de rim, em função do agravamento de uma doença renal crônica, após o Einstein ter sido acionado pela Central de Transplantes do Estado de São Paulo e realizado a avaliação sobre a compatibilidade do
órgão doado.

A cirurgia aconteceu, sem intercorrências, na manhã de ontem (26). O paciente seguirá em observação para acompanhamento da adaptação do órgão e controle clínico.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.