Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 3 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Fim do mistério, Vereador Dr. Victor Rocha anuncia: Casa Rosa fará atendimentos na Santa Casa

Vale ressaltar que o Projeto Casa Rosa zerou a fila de espera de punção de mama. Zerou a fila de espera de biópsias de mama e ajudou a zerar a fila de consulta em mastologia e ultrassom de mamas
Victor Rocha e o Deputado Federal Beto Pereira
Victor Rocha e o Deputado Federal Beto Pereira

O vereador e médico da Casa Rosa, Victor Rocha (PP) anunciou em entrevista na manhã de segunda-feira (18) que a Santa Casa será o novo local onde serão realizados os atendimentos do projeto a partir de janeiro de 2024.

Durante o anúncio, o Dr. Victor Rocha disse que foi chamado pela diretoria da Maternidade Cândido Mariano e foi convidado a encerrar as atividades da Casa Rosa na instituição por corte no repasse financeiro realizado pela prefeitura para a manutenção do projeto. “Mesmo com as emendas parlamentares, fomos informados que o custeio mensal, que o então Marquinhos Trad havia se comprometido em repassar para custear a Casa Rosa, havia sido suspenso pela atual administração municipal. Ficamos até a sexta-feira (15) para terminar de atender nossas pacientes que já haviam sido agendadas para realização de acompanhamento pós-cirúrgico, retorno de consultas e entrega de resultados de biópsias”, relatou.

Dr. Victor Rocha disse ainda que o projeto Casa Rosa não vai parar e que a antiga ala de psiquiatria da Santa Casa será a nova instalação dos atendimentos na luta contra o câncer de mama. “Assim que fomos informados do fim da parceria com a Maternidade Cândido Mariano, fomos procurados por outras instituições, entre elas a Santa Casa. Conversamos com a Dra. Alir Terra (presidente da Santa Casa) e todo o corpo clínico da oncologia e ficamos muito felizes em revelar em primeira mão que a Casa Rosa irá para Santa Casa a partir de janeiro de 2024”, revelou.

O médico da Casa Rosa, Dr. Victor Rocha disse ainda que o deputado Federal, Beto Pereira, assim que foi informado da situação do projeto, se colocou à disposição para ajudar nos custos dos serviços oferecidos pela Casa Rosa, por meio de emenda parlamentar. “O Deputado Beto Pereira se colocou à disposição para nos ajudar. Assim como os deputados: Camila Jara e Vander Loubet. Os vereadores da Capital, também são parceiros com emendas impositivas. Também contamos com o apoio do ex-governador, Reinaldo Azambuja e do atual governador, Eduardo Riedel. Graças a Deus todos comprometidos com a manutenção da Casa Rosa em prol da Saúde da Mulher de Mato Grosso do Sul”.

Vale ressaltar que o Projeto Casa Rosa zerou a fila de espera de punção de mama. Zerou a fila de espera de biópsias de mama e ajudou a zerar a fila de consulta em mastologia e ultrassom de mamas.

A Casa Rosa proporciona consultas em mastologia, ultrassom de mamas e biópsias de mama no mesmo local. Sem que a paciente precise entrar várias vezes na fila de regulação do SUS. Além de contar com uma equipe multiprofissional sempre disposta a acolher e oferecer um atendimento humanizado às pacientes.

Até 15 de dezembro de 2023, a Casa Rosa realizou 7.219 atendimentos (entre primeira consulta e retornos). Foram realizadas 2.427 ultrassonografias, 1.172 mamografias, 1.123 biópsias e 41 cirurgias de mama. Sendo diagnosticados cerca de 140 casos de câncer de mama, todos devidamente encaminhados para tratamento.

Com a Casa Rosa na Santa Casa, que é um Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) será possível fazer todo o acompanhamento da paciente diagnosticada com câncer de mama. “Devido ao nosso desejo de acompanhar nossas pacientes nas consultas, exames, diagnósticos e no tratamento, podendo inclusive acompanhar as cirurgias oncológicas, decidimos ir para um hospital que seja uma Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON). Essa mudança para Santa Casa será para melhor. Pois, iremos ampliar os serviços oferecidos à população campo-grandense e sul-mato-grossense. Vamos oferecer acompanhamento às gestantes, atender nossas crianças e também implantar a Casa Azul que irá oferecer prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata”, explicou.

A Casa Rosa possibilita o diagnóstico precoce do câncer de mama através da consulta integrada e resolutiva. Com protocolos clínicos, consultas e exames no mesmo local, dando agilidade ao diagnóstico do câncer de mama. Reduzindo a mortalidade por câncer de mama e salvando vidas.

“Vamos continuar com a equipe multidisciplinar, oferecendo o que há de melhor em mastologia para nossas pacientes. O sonho da Casa Rosa é realidade e vai continuar atendendo as pacientes da Capital e do interior de MS. Nesses dois anos de existência a Casa Rosa fez a diferença na vida de milhares de pacientes e essa é a nossa missão: salvar vidas”, finalizou Dr. Victor Rocha.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.