Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Governo de Mato Grosso do Sul investe R$ 2,3 milhões no Carnaval 2024 da Capital e Corumbá

O Carnaval em Mato Grosso do Sul este ano promete ser uma grande festa! Por meio de sua Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), o Governo do Estado, vai disponibilizar R$ 2,3 milhões para a promoção das duas maiores festas de MS: Corumbá e Campo Grande.

As Ligas Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) e Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (Liblocc) vão promover o carnaval de rua e o desfile das escolas de samba da Cidade Branca, enquanto a Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande (Lienca) promoverá a festa da Corte de Momo na Cidade Morena.

Para o diretor-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Eduardo Mendes Pinto, o evento possibilita o incremento do turismo, da economia e garante um dos melhores carnavais de todos os tempos.

“Fomentar o Carnaval é mostrar o que nós temos de bom dos nossos carnavalescos, incentivando a cultura e o turismo vindo do interior do Estado. Estamos criando um plano de economia criativa visando estabelecer uma cadeia entre artesãos, costureiras, gerando renda com o incentivo do Governo do Estado”. 

O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco), Victor Raphael de Almeida, que recebeu R$ 800 mil reais, afirmou que o recurso recebido é de suma importância para a realização do Carnaval 2024.

“Temos gratidão pela Fundação de Cultura, pela Setescc, pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul pois isso dá tranquilidade para o carnaval ser realizado. É uma festa que gera renda, gera emprego, circulação econômica de recursos dentro do nosso município e saber que nós temos um parceiro que é sensível ao que o carnaval representa não só para o Estado mas para toda a Região Centro-Oeste, como é o caso de Corumbá, é muito importante para a gente. Este recurso foi repassado para as escolas e a gente espera que isso se traduza num excelente carnaval”.

O presidente da Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande (Lienca), Alan Catharinelli, a quem foram destinados 1,2 milhão, disse que este é o maior investimento que o Governo do Estado está destinando à Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande e às escolas de samba para que a Liga possa realizar o maior carnaval de todos os tempos na nossa Capital.

“Gostaria de agradecer ao empenho do nosso governador, do nosso presidente da Fundação de Cultura, ao secretário de Cultura e também ao deputado Beto Pereira que não mediram esforços no entendimento da necessidade de melhorar esse investimento, porque a verba para o carnaval não é um gasto, é um investimento, além de estar investindo na nossa cultura, de levar alegria para os nossos foliões, nós ao mesmo tempo estamos proporcionando que na nossa Capital, no nosso Estado entrem investimentos financeiros que fomentem a economia local tanto das comunidades das escolas de samba como nesses períodos carnavalescos, principalmente no dia dos desfiles”.

“Além de fomentar a nossa cultura nosso turismo, estamos fazendo uma divulgação bem bacana dos desfiles com este apoio. Então nós só temos a agradecer, estamos juntos fazendo um grande trabalho, um grande desfile, o tradicional desfile de Campo Grande que ocorre deste a década de 1960, e com esse maior investimento da história do carnaval que está sendo colocado aqui pelo Governo do Estado, além da estrutura que vai ser disponibilizada, nós faremos juntos o maior carnaval de todos os tempos”.

O presidente da Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (Liblocc), Rashid Arruda Ahmad, que recebeu R$ 300 mil reais, disse que a importância desse recurso e da parceria com o Governo do Estado é fomentar a cultura em Corumbá, do Carnaval, que o povo ama, o maior do Centro-Oeste.

“Nos últimos anos vem crescendo cada vez mais a força dos blocos oficiais de Corumbá. Desde a pandemia a gente teve um problema de inflacionar o custo dos materiais e esse recurso nos ajuda a sanar as despesas. Fora que o recurso público ele não é só para a cultura, pra o carnaval, mas ajuda a fomentar a economia local, ajuda na parte do turismo, ajuda os comerciantes, rede hoteleira, restaurantes, ambulantes. A gente acredita que este carnaval de 2024 vai ser o maior já visto aqui na história do Pantanal”.
Foto de Capa: Marithe do Céu
Fotos internas: Ricardo Gomes

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.