Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de maio de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Guerra entre facções criminosas termina com funcionária de boate morta a tiros em Sonora(MS)

Houve correria e os seguranças alertaram que os clientes se abaixassem. Cerca de um minuto depois, acreditando que os pistoleiros haviam fugido, a funcionária se levantou, mas a dupla passou novamente atirando contra a boate
Viatura da Denar em frente ao estabelecimento onde funcionária morreu. (Foto: Sudney Assis, de Coxim)
Viatura da Denar em frente ao estabelecimento onde funcionária morreu. (Foto: Sudney Assis, de Coxim)

Funcionária da boate Top Dance, em Sonora, morreu após ser ferida por tiro no tórax enquanto trabalhava na madrugada desta segunda-feira (15). Os suspeitos, integrantes da facção criminosa Comando Vermelho, tinham como alvo um rival do PCC (Primeiro Comando da Capital). Cinco pessoas foram conduzidas para a delegacia por suspeita de envolvimento com o crime.

A boate fica na Rua Trindade, região central de Sonora, cidade onde se instalou uma guerra entre as duas facções criminosas pelo domínio do tráfico de drogas. O estabelecimento estava lotado durante a madrugada e dois homens passaram em frente ao local, utilizando uma motocicleta.

A dupla, então, efetuou diversos tiros contra a boate. Houve correria e os seguranças alertaram que os clientes se abaixassem. Cerca de um minuto depois, acreditando que os pistoleiros haviam fugido, a funcionária se levantou, mas a dupla passou novamente atirando contra a boate. O tiro transfixou a porta e atingiu o tórax da vítima, de 19 anos, que morreu no local.

Equipes da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), além da Polícia Militar, Polícia Civil e Perícia de Sonora, estão no local. Foram recolhidas 13 cápsulas de pistola 380 na frente da boate. Até o momento, cinco pessoas foram detidas suspeitas de oferecer apoio logístico aos pistoleiros. As informações são de que o real alvo, integrante do PCC, estava na boate no momento.

Força-tarefa 

No fim do mês passado, para “tirar de circulação” pessoas identificadas como integrantes de facções criminosas, força-tarefa da Polícia Civil foi enviada a Sonora para impor presença, além de cumprir ordens de prisão e de busca e apreensão.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.