Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Homem é morto a facadas após questionar ladrão sobre furto na casa da sogra em Corumbá

Depois de preso, Gustavo ainda levou a equipe policial até a rua Marechal Floriano, onde a faca usada no crime, estava cravada no alto de uma árvore
Imagem - Divulgação/Polícia Civil
Imagem - Divulgação/Polícia Civil

Gustavo Henrique Soares Gomes, de 31 anos, foi preso depois de ter matado com golpes de faca, Alexandre Nascimento Gamarra, de 28 anos, no início da tarde desta quinta-feira, 09 de novembro. O crime aconteceu na parte alta de Corumbá, região do conjunto Kadiwéus, depois que a vítima questionou furto na casa da sogra, que teria sido cometido pelo autor.  

Informações do boletim de ocorrência, mencionam que uma testemunha contou para a Polícia que viu dois indivíduos entrarem em uma casa abandonada do lado da sua vizinha.

Ela avisou a vizinha sobre a dupla que estava no local e depois, viu um dos indivíduos indo em sua direção, falando ao telefone e segurando a barriga com uma das mãos, se aproximando de sua casa. O outro homem, saiu correndo pela rua.

A mulher foi para dentro da casa dela, quando percebeu que Alexandre Gamarra, encostou no muro e caiu no chão. Ela conta que tentou ajudar com apoio de alguns vizinhos, mas ele morreu no local. A Polícia Militar foi chamada e isolou a área até a chegada da Perícia.

O acusado do crime foi descrito como branco, que estava sem camiseta e vestia uma “calça de firma”. A Polícia iniciou buscas e com auxílio de drone e de populares, localizou Gustavo, que estava em uma área de mata. Ele se rendeu e foi levado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil. 

A sogra da vítima, afirmou aos policiais militares, que o autor teria furtado pertences da casa dela, que o genro o encontrou e o questionou sobre o fato, quando acabou esfaqueado e morto.

Depois de preso, Gustavo ainda levou a equipe policial até a rua Marechal Floriano, onde a faca usada no crime, estava cravada no alto de uma árvore.

O caso foi registrado como homicídio qualificado por motivo fútil.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.