Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Homem que jogou bebê pela janela de carro e atropelou ex-mulher vira réu

Caso ocorreu em fevereiro deste ano, em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos

Após aceitar a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), a Justiça tornou réu o homem que arremessou o filho, de apenas 11 meses, pela janela de seu automóvel e atropelou a ex-companheira após uma discussão do casal. O incidente ocorreu em 22 de fevereiro, em Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre.
Após aceitar a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), a Justiça tornou réu o homem que arremessou o filho, de apenas 11 meses, pela janela de seu automóvel e atropelou a ex-companheira após uma discussão do casal. O incidente ocorreu em 22 de fevereiro, em Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre.

O MP-RS atribui ao homem duas acusações graves: tentativa de homicídio contra o bebê e tentativa de feminicídio contra a ex-companheira. As acusações são agravadas por três fatores: motivo torpe (vingança ou ódio), meio cruel (utilização do carro como arma) e a vulnerabilidade da criança, menor de 14 anos. No caso da mulher, o MP-RS também considerou o uso de recurso que dificultou sua defesa.

Conforme o processo, que tramita sob segredo de Justiça, o réu é reincidente e possui histórico de violência doméstica contra a ex-companheira. O casal estava separado desde o início de 2023, após um relacionamento de nove anos, do qual resultaram outros dois filhos, de 3 e 8 anos.

O promotor de Justiça Robson Barreiro está à frente do caso no MP-RS, enquanto a denúncia foi assinada por seu colega Sérgio Cunha de Aguiar Filho. Ainda não há data definida para o julgamento do acusado.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.