Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 3 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Idosa de 65 anos foi morta no RJ por ‘filha de consideração’, diz polícia

A suspeita, que não teve o nome divulgado pela polícia, confessou o crime ao ser conduzida para a delegacia, segundo nota da Polícia Civil do Rio de Janeiro

Uma mulher foi presa, nesta quarta-feira (25), por envolvimento no homicídio da idosa Sheila Macedo da Silva, de 65 anos, no bairro Pechincha, na zona oeste do Rio de Janeiro. A suspeita tratava a vítima como “mãe de consideração”.

A suspeita, que não teve o nome divulgado pela polícia, confessou o crime ao ser conduzida para a delegacia, segundo nota da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

A mulher teria usado uma conta da idosa para fazer compras e contrair um empréstimo consignado no valor de R$ 50 mil. Segundo a polícia, o dinheiro do empréstimo foi transferido, posteriormente, para uma conta pessoal da acusada.

A polícia acredita que a motivação do crime foi financeira. A corporação não deu mais detalhes sobre a investigação.

RELEMBRE O CASO

Sheila Macedo da Silva foi morta na frente do condomínio que morava.

Imagens do circuito de segurança de um prédio mostram que a mulher caminha pela calçada, quando um carro branco se aproxima dela. O crime ocorreu na rua Mirataia.

O vídeo registrou o exato momento em que Sheila é alvejada. Ela cai no chão e o veículo vai embora. As imagens não mostram o autor dos disparos levando itens da vítima.

Uma equipe do 18° BPM (Jacarepaguá) foi ao local do crime e encontrou a mulher com marcas de disparos de arma de fogo. A área foi isolada.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e levou Sheila para o Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon, zona sul do Rio. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.