Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 16 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Idosa morre após 40 dias hospitalizada; filho é o principal suspeito

Em 17 de janeiro de 2024, Lourdes foi internada no Hospital Geral de Palmas com múltiplas lesões, transferida do Hospital Regional de Paraíso do Tocantins

Lourdes Otaviani, de 71 anos, faleceu após quase 40 dias hospitalizada com graves ferimentos. As investigações da Polícia Civil do Tocantins indicam seu filho, Guilherme Roberto Otaviani Grasse, como principal suspeito.

Em 17 de janeiro de 2024, Lourdes foi internada no Hospital Geral de Palmas com múltiplas lesões, transferida do Hospital Regional de Paraíso do Tocantins. No dia 24 de fevereiro, ela faleceu em decorrência dos ferimentos. No mesmo dia, um boletim de ocorrência foi registrado e um inquérito policial instaurado.

Inicialmente, a causa das lesões foi alegada como ataque de cachorro. No entanto, as autoridades identificaram as marcas como violência doméstica e indiciaram Guilherme por lesão corporal grave.

“Descobrimos que os ferimentos da vítima eram consistentes com abuso doméstico e não com um ataque de cachorro. As provas obtidas indicam que o filho da vítima é o agressor”, disse o delegado Bruno Monteiro Baeza ao Jornal Primeira Pauta.

O inquérito foi concluído em 1º de fevereiro e encaminhado ao Ministério Público e ao Poder Judiciário, aguardando parecer do MP.

Vale ressaltar que Guilherme responde por crimes semelhantes contra sua avó, que também faleceu. O Terra não conseguiu contato com a defesa do suspeito.

O MP e o Poder Judiciário agora analisarão o caso e tomarão as medidas cabíveis.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.