Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Lateral é vendido em definitivo e Augusto Melo vai receber R$ 13 milhões no Corinthians

Situação foi 100% confirmada pelo jornalista Anderson Marques, que é especialista de futebol italiano, animando o Timão

Corinthians sabe que o momento financeiro está longe de ser dos melhores, especialmente por tudo que as antigas gestões fizeram, com um planejamento péssimo que foi levando tudo cada vez mais perto do buraco.

A cada dia que passa novas dívidas aparecem, processos são criados contra o Timão e a situação vai piorando, até porque nem mesmo os direitos de imagem acordados Duílio Monteiro Alves pagava quando estava no comando.

Agora com Augusto Melo, a renda recebida mensalmente aumentou, mas é um processo extremamente longo, que vai demorar bastante tempo até ser amenizado, ainda mais por existir o problema envolvendo o pagamento do estádio.

Nem mesmo com as receitas recordes de patrocinador máster o Alvinegro não conseguiu nem sequer respirar. Está sendo aguardado o final da auditoria para que mais soluções possam ser tomadas.

Cláusula será ativa e vai ajudar:

De qualquer forma, uma boa notícia chegou: o time do Parque São Jorge vai receber uma bolada pela compra em definitivo de Carlos Augusto pela Internazionale de Milão, da Itália.

Conforme trouxe o portal Meu Timão, os paulistas tem direito a 60% da mais-valia de uma futura venda do ex-lateral pelo Monza, que disputa a elite do futebol italiano e atualmente é dono dos direitos econômicos e federativos do lateral.

Isso tudo só é possível pelo fato de que os italianos emprestaram o cria da base para a Inter de Milão por 4,5 milhões de euros no meio do ano passado, cerca de R$ 24,5 milhões na cotação da época.

Porém, existe uma cláusula de compra obrigatória no valor de 7,5 milhões de euros caso a atual equipe vice-campeã da Liga dos Campeões garantisse a vaga para a próxima edição do torneio, o que acabou se concretizando no último final de semana.

Uma boa quantia será depositada:

Dessa forma, o Corinthians sorri, já que tem direito a porcentagem acima citada, que é calculada pela diferença da venda em definitiva do Monza para a Inter de Milão em relação ao que o clube italiano pagou para comprar o atleta na época.

Veja os cálculos:

  • Valor da venda em definitivo do Monza: 7,5 milhões euros (R$ 40,92 milhões na cotação atual);
  • Valor da compra do Monza junto ao Corinthians: 4 milhões de euros (R$ 25,7 milhões na época);
  • Diferença: 3,5 milhões de euros;
  • 60% da mais-valia: 2,1 milhões de euros (R$ 11,46 milhões).

A questão é que os valores não param por aí: o Time do Povo ainda tem direito de receber mais 3,75% do valor da venda, que é em torno de R$ 1,53 milhões, pelo mecanismo de solidariedade da Fifa.

Com isso, juntando tudo, aproximadamente R$ 13 milhões vão chegar aos cofres, fora os R$ 25,7 milhões pagos pelo Monza ao clube do Parque São Jorge em 2020, o que torna uma venda bem lucrativa.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.