Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 1 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Laudo preliminar aponta causa da morte de sul-mato-grossense durante show de Taylor Swift

Ana Clara Benevides começou a passar mal e desmaiou durante a segunda música do repertório de Taylor. Ela teve uma parada cardiorrespiratória e foi socorrida no posto médico dentro do estádio Nilton Santos
Foto Reprodução Internet
Foto Reprodução Internet

A Polícia Civil já tem em mãos um laudo preliminar que aponta a causa da morte da jovem Ana Clara Benevides Machado, de 23 anos. Segundo a delegada que investiga o caso, Juliana Almeida, a fã de Taylor Swift que morreu após passar mal no show de estreia da turnê The Eras Tour, tinha pequenas hemorragias no pulmão.

A delegada explicou o que pode ocasionar esse tipo de hemorragia“Calor, insolação e desidratação são alguns desses fatores, mas sem o resultado dos exames, não temos como afirmar que seja isso”, diz Juliana Almeida. A morte da jovem segue sendo investigada pela Polícia Civil. Os resultados dos exames toxicológicos e histopatológico ainda não ficaram prontos, pois a previsão de entrega é de 30 dias.

Ana Clara Benevides começou a passar mal e desmaiou durante a segunda música do repertório de Taylor. Ela teve uma parada cardiorrespiratória e foi socorrida no posto médico dentro do estádio Nilton Santos, onde o evento foi realizado. Os médicos tentaram reanimá-la por cerca de 40 minutos. Então, ela foi encaminhada ao Hospital Municipal Salgado Filho, localizado a menos de 5 minutos do local do show. Lá, ela não resistiu a uma segunda parada respiratória e morreu. 

Taylor Swift e a produtora T4F, responsável pelo show, não prestaram apoio burocrático ou financeiro à família da jovem. Coube aos fãs da cantora realizarem uma vaquinha virtual para arrecadar uma quantia para cobrir os custos do translado do corpo do Rio de Janeiro para o Mato Grosso do Sul, estado natal de Ana Clara.

Mais de mil fãs passaram mal

No mesmo show, cerca de mil fãs desmaiaram dentro do estádio, por conta da sensação térmica de 60 graus, que foi registrada no local. A morte de Ana Clara Benevides acendeu um debate sobre a proibição de entrada de garrafas de água em estádios durante a realização de eventos, já que, nos últimos dias, diversas cidades do país têm vivido momentos atípicos, por conta de uma onda de calor extremo provocada pelo fenômeno El Niño. 

Após a tragédia envolvendo a fã, Taylor remarcou a apresentação do sábado (18) para esta segunda-feira (20), por conta das altas temperaturas e da tempestade que se formou e atingiria a cidade com raios e ventos fortes bem no horário do show. Na apresentação de ontem, correu tudo bem, sem qualquer intercorrência grave como as que foram registradas em meio ao caos do show de abertura da turnê da cantora. 

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.