Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Ludmilla comenta falha no som ao cantar hino nacional na abertura da Fórmula 1

No momento, Hamilton estava atrás de uma bandeira do Brasil. Ao perceber que Ludmilla se preparava para a apresentação, o piloto fez questão de correr até a cantora para cumprimentá-la com um abraço
Ludmilla cantou o hino nacional do Brasil no GP de Interlagos — Foto: @Ludmilla / Reprodução
Ludmilla cantou o hino nacional do Brasil no GP de Interlagos — Foto: @Ludmilla / Reprodução

Ludmilla, de 28 anos, se manifestou, através do Instagram Stories, sobre a falha técnica que teve durante sua apresentação na abertura da GP de Fórmula 1, neste domingo, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Responsável por cantar o hino nacional, a cantora disse que tirou a situação de letra e falou sobre o momento emocionante. 

“Gente, foi emocionante. Vocês viram? O Hamilton entrou pra falar comigo! Foi muito fod*! Só teve uma falha no som no início, mas enfim, a gente tirou de letra e arrasou. Foi top! Obrigada todo mundo que mandou mensagem e torceu. Foi lindo”, afirmou a artista. 

Lud se apresentou ao lado de Miguelzinho do Cavaco na abertura da competição. Logo no início do hino não dava para ouvir o que a artista cantava. Os internautas, então, apontaram que ela tinha esquecido a letra e a compararam com a cantora Vanusa, que errou a letra do hino em 2009 durante uma apresentação na Assembleia Legislativa de São Paulo. Na época, a artista justificou o erro ao dizer que tinha tomado um remédio para labirintite antes do evento. 

“A Ludmilla cantando o hino nacional parecia a Vanusa cantando. Simplesmente esqueceu o hino na primeira frase já”, afirmou um usuário do X, antigo Twitter. “Será que o microfone da Ludmilla falhou, ou ela esqueceu a letra do hino nacional brasileiro?”, quis saber outro. “A “falha técnica” foi na boca de Ludmilla? Porque claramente se vê que ela para de mover os lábios”, acredita uma terceira pessoa. 

No momento, Hamilton estava atrás de uma bandeira do Brasil. Ao perceber que Ludmilla se preparava para a apresentação, o piloto fez questão de correr até a cantora para cumprimentá-la com um abraço.

Como foi o GP de São Paulo de Fórmula 1

Apesar do caos no início, foi um GP de São Paulo de Fórmula 1 absolutamente tranquilo para Max Verstappen. Neste domingo (5), em Interlagos, o piloto da Red Bull que largou na pole position não foi ameaçado em nenhum momento e cruzou a linha de chegada no autódromo paulistano na primeira colocação.

Logo no começo da prova, ainda na volta de apresentação, Charles Leclerc teve um problema hidráulico e rodou: o piloto da Ferrari teve que abandonar. Na largada, Alex Albon e Kevin Magnussen se enroscaram, bateram, forçaram bandeira vermelha e também tiveram que deixar a disputa.

Além disso, foi uma corrida péssima para a Mercedes. Lewis Hamilton e George Russell sofreram com problemas ao longo de toda a disputa e, pouco a pouco, foram caindo no pelotão. O heptacampeão foi apenas o oitavo, enquanto o inglês abandonou.

A Fórmula 1 volta daqui duas semanas, entre os dias 16 e 18 de novembro, nos Estados Unidos, com o GP de Las Vegas. A próxima etapa será a 22ª e penúltima da já decidida temporada de 2023.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.