Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 3 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Messias, que era cotado para o STF, é chamado por Lula, que deve anunciar Dino

Encontro ocorre fora da agenda oficial e é esperado que dele saia a definição para o escolhido para a vaga no STF deixada por Rosa Weber
Foto: Renato Menezes /AscomAGU
Foto: Renato Menezes /AscomAGU

O ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Jorge Messias, preferido por integrantes do PT para a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), foi chamado para reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na manhã desta segunda-feira (27), no Palácio da Alvorada, onde já estavam o ministro da Justiça, Flávio Dino, o ministro da Comunicação, Paulo Pimenta, e o líder do governo no Senado, Jaques Wagner. 

O encontro ocorre fora da agenda oficial e é esperado que dele saia a definição para o escolhido para a vaga no STF deixada por Rosa Weber, que se aposentou no fim de setembro. Dino é o favorito. O presidente também chamou Paulo Gonet ao Alvorada. Desde sexta-feira (24), ele é dado como certo no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Integrantes do governo dizem que a indicação de Dino e Gonet está certa e que a formalização ocorrerá ainda nesta segunda-feira antes do embarque do presidente para Riade, na Arábia Saudita, onde fará uma escala antes de seguir rumo à COP-28, nos Emirados Árabes. O voo do presidente está marcado para às 14h.

A escolha dos dois nomes põe fim a um impasse que já durava dois meses. Gonet era o favorito a ocupar a PGR desde o término do mandato de Augusto Aras, em 26 de setembro. O subprocurador-geral da República tem o respaldo do decano do STF, ministro Gilmar Mendes, e do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes.

Já Dino despontava como favorito ao posto aberto pela aposentadoria da ministra Rosa Weber, em 28 de setembro. Apesar dos desgastes que vinha sofrendo na pasta, seja envolvendo escalada na violência no país, seja na polêmica envolvendo visita da mulher de um traficante ao Ministério da Justiça, seu nome voltou a ganhar força nos últimos dias junto ao presidente.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.