Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 16 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Milho se recupera, trigo sobe e soja volta a cair na bolsa de Chicago

Os lotes para maio sobem 0,24% neste momento, a US$ 4,25 o bushel
Imagem: Pixabay
Imagem: Pixabay

Os preços do milho abriram a sessão desta quinta-feira (22/2) na bolsa de Chicago em alta. Incvestidores estão aproveitando oportunidades de compra, depois que os preços chegaram aos menores níveis em três anos. Os lotes para maio sobem 0,24% neste momento, a US$ 4,25 o bushel.

O cenário de médio prazo, no entanto, ainda aponta para uma manutenção de baixa nas cotações, já que a disponibilidade é ampla nos EUA e também no que diz respeito a produção global.

Soja

A soja, por outro lado, segue em tendência de queda. Os lotes para maio valem US$ 11,61 o bushel, 0,30% a menos que o fechamento de ontem. A pressão ainda se dá pela perspectiva com a safra no Brasil, a despeito do indicativo de quebra na colheita, segundo João Pedro Lopes, analista de inteligência de mercado da StoneX.

“Por mais que se tenha alguma divergência sobre o tamanho da safra de soja no Brasil, o clima em janeiro foi muito bom para as lavouras, principalmente aquelas plantadas tardiamente. Por enquanto, nós temos uma safra projetada em 150 milhões de toneladas, que está abaixo do colhido no ano passado, mas ainda é um volume de produção elevado”, destaca.

Ele acrescenta que a força de queda para a soja no mercado internacional vem das boas perspectivas para a safra na Argentina, das últimas projeções para o plantio da soja nos EUA, e ainda da baixa procura momentânea pela oleaginosa.

Já o trigo, avança 0,87%, a US$ 5,83 o bushel. A oferta de trigo também é confortável, o que justifica a valorização como um fator técnico.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.