Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 2 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Morador na Aldeia Jaguapiru confessa assassinato de ex-cunhado em Dourados

Segundo a mãe de Clelson, a moto dele teria sido vista na posse da ex-mulher, irmã dos autores do crime. A polícia ainda não informou se a mulher está envolvida no assassinato
Agnaldo Gimenes Almirão, autor confesso de assassinato (Foto: Adilson Domingos)
Agnaldo Gimenes Almirão, autor confesso de assassinato (Foto: Adilson Domingos)

Agnaldo Gimenes Almirão, 47, o “Guina”, foi preso nesta sexta-feira (20) em Dourados, por envolvimento no assassinato do ex-cunhado, Clelson Velasques Verón, 32. O irmão de Agnaldo também é suspeito e está sendo procurado.

Morador na Aldeia Jaguapiru, assim como o criminoso, Clelson sumiu de casa no dia 6 deste mês, mas apenas na quarta-feira (18) a mãe dele procurou a Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência do desaparecimento.

Hoje de manhã, após denúncia apontar os suspeitos pelo assassinato de Clelson, investigadores da Polícia Civil foram até a reserva e prenderam Aguinaldo. Ele disse que matou o ex-cunhado a golpes de barra de ferro por Clelson agredir a ex-mulher irmã de Aguinaldo e do outro acusado, ainda foragido.

Com a ajuda do irmão, Aguinaldo disse que jogou o corpo em uma valeta numa propriedade na margem da estrada de terra entre a MS-156 e o distrito de Panambi. Ele levou os policiais até o local, mas o corpo não foi encontrado. Aguinaldo disse que estava muito bêbado no momento do crime, por isso não se lembrava do local exato.

Agnaldo Gimenes Almirão foi autuado em flagrante por ocultação de cadáver. Esse crime é considerado permanente, ou seja, enquanto o corpo estiver escondido, a situação de flagrante continua existindo.

A polícia mantém as buscas ao outro envolvido, já identificado. Ele teria dirigido a caminhonete usada para sequestrar Clelson. Segundo a mãe de Clelson, a moto dele teria sido vista na posse da ex-mulher, irmã dos autores do crime. A polícia ainda não informou se a mulher está envolvida no assassinato.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.