Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 1 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Morre Walewska Oliveira, ex-jogadora de vôlei e campeã olímpica

Walewska Oliveira em foto publicada no Instagram; ex-jogadora de vôlei morreu na quinta (21)
Walewska Oliveira em foto publicada no Instagram; ex-jogadora de vôlei morreu na quinta (21)

Um dia antes de morrer, a ex-jogadora de vôlei Walewska Oliveira gravou um podcast em São Paulo, no qual contou sua história. Ela abordou diversos temas, como: as experiências no vôlei, a falta da família durante a carreira e as lições que agora estava aplicando na vida fora das quadras.

A ex-atleta contou, por exemplo, a diferença de pronúncia do seu nome. A família dela sempre pronunciou “Valesca”, mas no vôlei era chamada de “Valeusca”. Aliás, ela falou muito sobre a família no podcast Ataque e Defesa, do jornalista e ex-jogador Alê Oliveira.

Segundo Walewska, após deixar a Seleção Brasileira e, mais tarde, as quadras, começou a conviver diretamente com a família e isso estava sendo muito bom. “Eu perdi muitos momentos com a minha família”, afirmou. “Troquei a medalha de 2012 pela minha família. Era necessário”, lembrou. Ela se despediu da Seleção antes do título na Olimpíada de Pequim.

Apaixonada por música clássica e com o sonho de ser pianista, Walewska disse ter se preparado para a carreira depois da aposentadoria, que aconteceu no ano passado. E que queria falar das experiências dela para que outras pessoas se inspirassem. “Minha história tem que ser contada para incentivar”, disse.

Alê Oliveira se manifestou após a notícia do falecimento da amiga. “O Ataque Defesa dedica este programa a toda família da querida Wal, e a todos os fãs do vôlei. Por tudo que ela deixou, seu legado, sua história, suas vitórias e também seu sorriso, como vemos neste programa. Descanse em paz. Deus abençoe!”, escreveu.

Foto colorida de Walewska, campeã olímpica pela seleção de vôlei - Metrópoles

Morte de Walewska

Campeã olímpica em Pequim 2008, a ex-jogadora de vôlei Walewska Moreira de Oliveira morreu, na noite desta quinta-feira (21/9), em São Paulo, ao cair do 17º andar do prédio onde morava. A atleta defendeu a camisa da Seleção Brasileira e se aposentou no Praia Clube, de Uberlândia, na temporada de 2021/2022. A causa da morte não foi divulgada.

Walewska estava em São Paulo para divulgar a autobiografia “Outras redes” e lançar uma linha de chocolates saudáveis. A obra foi escrita em parceria com Teco Condado e com prefácio de Bernardinho. Nela, a ex-jogadora fala sobre reconhecimento e cuidado.

A atleta foi revelada pelo Minas, em 1995, e ficou na equipe até 1998. Ela também defendeu o Rexona/Ades; São Caetano; Sirio Perugia, da Itália; Murcia, da Espanha; Zarechi, da Rússia; Vôlei Futuro; Vôlei Amil; Minas; Osasco; e Praia Clube.

Com uma carreira de sucesso no vôlei, Walewska conquistou o título da Superliga Feminina de Vôlei três vezes, além de um Troféu Super Vôlei, de 2020.

Em 2007, a atleta conquistou o vice-campeonato do Pan-Americano e da Copa do Mundo de Vôlei. No ano seguinte, em 2008, ela se consagrou campeã olímpica em Pequim, quando também se despediu da Seleção Brasileira.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.