Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 24 de fevereiro de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Na COP28, Lula se emociona e chora ao passar a palavra para a ministra Marina Silva no evento

A Marina nasceu na floresta, se alfabetizou aos 16 anos. E eu acho que é justo que, para falar da floresta, em vez de falar um presidente que não é do estado da floresta
Lula se emociona ao lado de Marina Silva na COP28 - (Crédito: Presidência da República )
Lula se emociona ao lado de Marina Silva na COP28 - (Crédito: Presidência da República )

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva quebrou o protocolo ao passar a palavra para a ministra Marina Silva durante discurso no evento “Florestas: Protegendo a Natureza para o Clima, Vidas e Subsistência”, que ocorre neste sábado (2/12),  Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP28. 

Emocionado, Lula disse que tinha um discurso pronto, mas achava ser mais adequado que uma pessoa “que nasceu na floresta” falasse naquele momento. “Foram 28 edições da COP para que a floresta viesse falar por si só.

Eu não poderia utilizar a palavra se eu tenho no meu governo uma pessoa da floresta. A Marina nasceu na floresta, se alfabetizou aos 16 anos. E eu acho que é justo que, para falar da floresta, em vez de falar um presidente que não é do estado da floresta, a gente ouvi-la”, afirmou Lula. 

Antes de passar a palavra, Lula aproveitou o espaço para mais uma vez cobrar os países ricos investimentos aos que estão em desenvolvimento para o combate ao desmatamento. “Não basta evitar desmatamento, é preciso cuidar das florestas, das pessoas que moram na floresta. Isso custa muito dinheiro e os países ricos têm que ajudar a pagar”, disse.

Já Marina, falou sobre as ações do governo para o meio ambiente que envolve ações em vários ministérios. “A sua diretriz para proteger a floresta é mais que comando e controle, é uma diretriz de desenvolvimento sustentável nas suas 4 dimensões: na dimensão ambiental, na dimensão social, na dimensão econômica e na dimensão cultural”, destacou. 

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.