Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de maio de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Ônibus clandestino pega fogo e fumaça interdita a rodovia BR-262 em Corumbá

Equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) também atendeu a ocorrência e, segundo a corporação, a suspeita é de que o incêndio tenha sido causado por uma pane mecânica

Vídeo mostra ônibus clandestino consumido pelo fogo na BR-262, na região de Corumbá, cidade a 428 quilômetros de Campo Grande. O incêndio aconteceu na tarde desta terça-feira (9) e o trânsito na pista precisou ser interrompido. O caso chama atenção para os riscos do transporte sem autorização para levar passageiros.

As imagens assustam pela altura das chamas.  Motoristas que passavam pelo local filmaram o momento em que o fogo acaba com o veículo. Outros que passavam eplo local tiveram de parar porque a fumaça preta invadiu a pista nos dois sentidos.

O fogo começou a cinco quilômetros do Posto Fiscal Lampião Aceso. O veículo seguia na pista sentido Campo Grande quando começou a pegar incendiar por volta das 15h30 e conseguiu ir para o acostamento.

A fumaça podia ser vista de longe e duas viaturas do Corpo de Bombeiros estiveram no local para controlar as chamas. Por volta das 16h, o fogo acabou, mas o veículo ficou totalmente destruído.

Equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal) também atendeu a ocorrência e, segundo a corporação, a suspeita é de que o incêndio tenha sido causado por uma pane mecânica. Não há informações de quantas pessoas estavam no ônibus, no entanto, ninguém se feriu.

Esse tipo de transporte clandestino estará sujeita multa no valor de R$ 7.428,32. A ANTT (Agência Nacional de Transportes) alerta para os riscos de quem recorre a esse tipo de serviço ilegal.

“Além da incerteza sobre a conclusão da viagem, o trajeto do transporte pirata pode ficar mais longo. Para fugir da fiscalização, os transportadores clandestinos optam, com frequência, por transitar em vias alternativas, por onde realizam percursos maiores, em estradas com más condições de manutenção. Em algumas situações, os transportadores piratas operam sem a documentação e equipamentos de segurança necessários e também sem possuir Carteira Nacional de Habilitação”

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.