Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 16 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Pavo Real: Senad e justiça paraguaia intervêm em diversos estabelecimentos comerciais em Pedro Juan Caballero”

O objetivo é o confisco de bens móveis e imóveis usados para lavagem de dinheiro do esquema internacional de venda de cocaína
Imagem - ABC Color
Imagem - ABC Color

A Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e o Ministério Público do Paraguai desencadearam nesta terça-feira (7) nova fase da Operação Pavo Real, contra a organização criminosa liderada pelo narcotraficante sul-mato-grossense Jarvis Gimenes Pavão, conhecido como “Barão da Droga”.

Já condenado a quase 70 anos de prisão em território brasileiro por tráfico de cocaína, Jarvis está atualmente na Penitenciária Federal de Brasília. No Paraguai, ele cumpriu oito anos de reclusão e em 2017 foi extraditado para o Brasil.

Conforme a assessoria de comunicação da Senad, a operação de hoje cumpre 26 mandados em cinco departamentos (equivalentes a estados), entre eles Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero.

O objetivo é o confisco de bens móveis e imóveis usados para lavagem de dinheiro do esquema internacional de venda de cocaína. Casas, lojas, terrenos e propriedades rurais estão sendo confiscados e passam para o controle do Estado paraguaio.

Em julho deste ano, na primeira fase da Operação Pavo Real, o Ministério Público do Paraguai denunciou 41 pessoas ligadas à organização criminosa. Doze foram presas, mas 29 conseguiram fugir.

Entre os denunciados com prisão decretada estão oito parentes de Jarvis, incluindo a mãe dele, Nair Gimenes, a atual esposa Tallessa Ariany Santos da Silva Pavão e o filho e sucessor nos negócios, Luan Nascimento Pavão.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.