Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de maio de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Polícia Civil prende acusada de matar e enterrar menina de 13 anos em Chapadão do Sul

Tayara Caroline Silva, 30 anos, acusada do homicídio de Ingrid Lopes Ribeiro, de 13 anos, em janeiro de 2020, foi presa nesta segunda-feira (15), por policiais civis de Cassilândia, através do SIG (Setor de Investigações Gerais).

O crime, que Tayara Caroline é acusada, ocorreu em Chapadão do Sul. A autora chegou a ser presa na época, mas teve liberdade concedida. Em fevereiro deste ano, teve prisão decretada.

De acordo com a Polícia Civil, Tayara havia chegado em Paranaíba, após pegar carona com um caminhoneiro, e tentava outra carona na saída da cidade. Ela foi abordada por investigadores, que estavam em uma viatura descaracterizada.

Tayara demonstrou bastante nervosismo, os policiais realizaram uma checagem, identificando o mandado de prisão em aberto. Com isso, Tayara foi encaminhada para a delegacia, ela ainda será transferida para Chapadão do Sul.

O mandado de prisão em questão foi expedido em 5 de fevereiro, pelo crime de homicídio qualificado.

Homicídio

O corpo da menina de 13 anos foi encontrado enterrado nos fundos de uma casa. A menina foi identificada como adolescente que estava desaparecida há 90 dias em Chapadão do Sul. Conforme apurado pela polícia, a jovem foi mantida em cativeiro por Tayara e depois assassinada e enterrada.

A acusada assumiu o crime e disse que emprestou a casa para que a jovem fosse mantida em cativeiro, além de ter limpado o local do crime. Na época em que foi presa, Tayara ainda confirmou que a vítima já estava enterrada no local há pelo menos dois meses.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.