Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 16 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Presidente Lula completa 78 anos recuperado de cirurgia e com decisões a tomar

Nascido no interior de Pernambuco em 1945, Lula governou o país entre 2003 e 2010, e voltou à cadeira da Presidência 20 anos depois, em 2023, para este terceiro mandato
Lula comemora seu aniversário no fim de outubro
Imagem: Twitter/@janjalula
Lula comemora seu aniversário no fim de outubro Imagem: Twitter/@janjalula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) celebra o aniversário de 78 anos nesta sexta-feira (27/10), após quase um mês de recuperação pós-cirúrgica, e uma pilha de decisões importantes a tomar para o governo. Com trajetória política extensa, o petista é o primeiro brasileiro a chefiar o Executivo federal por três mandatos na história do país.

Lula tem, atualmente, diante de si, várias decisões aguardando definição. No pacote, destacam-se, por exemplo, as indicações para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que tem uma vaga aberta desde a aposentadoria de Rosa Weber em setembro, e para a Procuradoria-Geral da República (PGR), cuja chefia está sendo ocupada interinamente desde o fim do mandato de Augusto Aras, também em setembro. Mas ele não definiu prazo para nenhum dos casos.

Sobre o aniversário, apesar de ter nascido em 27 de outubro, Lula foi oficialmente registrado em uma data diferente: 6 de outubro. A duplicidade gera confusão sobre o verdadeiro aniversário do titular do Planalto. Segundo a biografia do petista, isso aconteceu porque ele foi registrado anos depois de nascer.

Em 2022, Lula deixou as comemorações de lado para focar na reta final das eleições presidenciais. A data ocorreu às vésperas do último debate no segundo turno, e o petista preferiu dedicar-se totalmente à campanha. Três dias depois, foi eleito novamente presidente da República.

Para este aniversário, o Partido dos Trabalhadores (PT) em Brasília convocou a militância da sigla para cantar parabéns para o presidente com um café da manhã “comunitário” em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. Segundo o Planalto, não há previsão de participação do petista no evento.

A comemoração faz referência à época em que Lula esteve preso, por 580 dias, em Curitiba, em decorrência da Operação Lava Jato. Durante o período, centenas de apoiadores se encontravam na porta da sede da Polícia Federal do Paraná para dar bom dia, boa tarde e boa noite ao petista. O coro agora irá se reunir no Alvorada para cantar os parabéns para Lula.

Não há, segundo interlocutores do PT, evento a nível nacional da legenda em homenagem ao presidente, além da iniciativa na capital federal. A maior mobilização deve ocorrer nas redes sociais, com felicitações ao aniversariante.

Agenda

Nesta primeira semana oficialmente de volta ao Planalto após as cirurgias, o chefe do Executivo federal teve uma agenda movimentada. Tomou decisões importantes ao governo e para a relação com o Congresso, como a demissão da presidente da Caixa, Rita Serrano; sancionou decretos; participou de dois eventos abertos e recebeu diversos ministros.

Lula ainda conversou com diversos chefes de Estado e acompanhou de perto as movimentações da diplomacia brasileira na guerra entre Israel e o Hamas, no Oriente Médio. O foco do mandatário é o resgate do grupo de cerca de 30 brasileiros presos na Faixa de Gaza.

Oficialmente, o presidente tem dois compromissos nesta sexta. A primeira agenda é uma reunião com os ministros Alexandre Padilha, das Relações Institucionais, e Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação Social.

Seis disputas presidenciais, três mandatos

Nascido no interior de Pernambuco em 1945, Lula governou o país entre 2003 e 2010, e voltou à cadeira da Presidência 20 anos depois, em 2023, para este terceiro mandato. O atual titular do Planalto disputou a chefia do Executivo federal em 1989, 1994, 1998, 2002 e 2006, além de 2018, quando teve a candidatura indeferida.

Além de ser o único cidadão do país a assumir a assumir o Planalto três vezes, Lula também é o presidente mais velho a tomar posse, ultrapassando Michel Temer (MDB), que chegou à chefia do Executivo aos 75 anos, após o impeachment de Dilma (PT), em 2016.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.