Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 5 de março de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

“Safe Shipping” Gaeco cumpre mandados após ação que prendeu policiais traficando em viatura em Dourados

Na época, os policiais civis lotados na 1ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã, identificados como Anderson César dos Santos e Alexandre Novaes Medeiros foram presos por envolvimento com o grupo criminoso
Texto e fotos: GAECO/MPMS
Texto e fotos: GAECO/MPMS

Cinco veículos foram apreendidos nesta terça-feira (17), durante a 2ª fase da Operação Safe Shipping”, nos municípios de Dourados e Ponta Porã. O objetivo da ação é o asfixiamento financeiro dos integrantes do grupo criminoso responsável pelo tráfico de 538,1kg de cocaína, no dia 5 de setembro de 2023, na cidade de Dourados. A carga foi avaliada em mais de R$ 40 milhões.

Na época, os policiais civis lotados na 1ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã, identificados como Anderson César dos Santos e Alexandre Novaes Medeiros foram presos por envolvimento com o grupo criminoso responsável pelo tráfico.

Ambos recebiam R$ 80 mil em dinheiro, para pegarem a cocaína em Ponta Porã e transportar até Dourados, em viatura oficial. Isso ocorreu ao menos seis vezes, nos meses de julho e agosto de 2023, atividade criminosa por meio da qual acabaram enriquecendo.

Nesta terça, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco/MPMS), e a Corregedoria-Geral da Polícia Civil, deflagraram a 2ª fase da Operação “Safe Shipping”, que culminou com a apreensão de cinco veículos, sendo três deles de alto valor comercial.

Segundo as informações do MPMS, o nome “Safe Shipping” faz alusão à ação intitulada no mundo do crime de “frete seguro”, já que a viatura policial usada para transportar a droga, como regra, não é parada, muito menos fiscalizada por outras unidades de segurança pública.

A droga era guardada em Dourados e em seguida distribuída para grandes centros populacionais do País. No dia 5 de setembro, um homem de 37 anos foi preso acusado de cumprir a função de cuidar do imóvel alugado. 

Além dele, Anderson que já vinha sendo investigado pela Corregedoria-Geral da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul foi preso acusado de envolvimento no esquema criminoso. Enquanto Alexandre, que estaria envolvido diretamente no transporte da droga, usando carro da própria Polícia Civil, estava foragido e foi preso no dia 11 de setembro.

Os policiais foram oficialmente afastados das atividades de forma compulsória pela Polícia Civil. A decisão do corregedor-geral de Polícia Civil de Mato Grosso do Sul foi publicada na manhã do dia 14 de setembro, no Diário Oficial do Estado.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.