Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de maio de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Sertaneja Maiara diz ter feito cirurgia íntima; entenda o que é a ninfoplastia

A cantora revelou que a cirurgia íntima foi realizada para remover o excesso de pele acumulado após sua perda de peso
Maiara detalha procedimento de ninfoplastia - Foto: Divulgação/Rogério Pallata
Maiara detalha procedimento de ninfoplastia - Foto: Divulgação/Rogério Pallata

Após emagrecer mais de 30 quilos, Maiara, da dupla sertaneja Maiara e Maraísa, compartilhou que passou por uma ninfoplastia, também conhecida como labioplastia. A cantora revelou que a cirurgia íntima foi realizada para remover o excesso de pele acumulado após sua perda de peso.

Uma pesquisa brasileira, apresentada em março no Congresso Mundial de Ginecologia Estética, realizado em Cartagena, na Colômbia, mostrou que a cirurgia íntima é capaz de melhorar a autoestima e aumentar o desejo, interesse e satisfação sexual das mulheres. 

“Muitas mulheres sentem desconforto e constrangimento com a sua região íntima, pelo excesso de pele (hipertrofia) dos pequenos lábios. É importante destacar que não existe um padrão normal estético para a região, já que sua anatomia varia muito entre as mulheres. É considerado anormal tudo o que causa constrangimento, desconforto, vergonha ou piora da autoestima”, explica o ginecologista Igor Padovesi. 

Em 2020, somente no Brasil, a labioplastia foi realizada por 20.334 mulheres, segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS, na sigla em inglês). Os Estados Unidos ocupam o segundo lugar, com 13.697 cirurgias realizadas.

A cirurgiã plástica Patricia Lyra esclarece que o procedimento consiste na redução do tamanho dos lábios vaginais internos (pequenos lábios). Essa intervenção visa corrigir problemas estéticos ou funcionais, como desconforto durante atividades físicas, relações sexuais ou uso de roupas apertadas, causados por lábios vaginais proeminentes.

“Quando alguém perde peso considerável, é comum haver um excesso de pele em várias partes do corpo, incluindo a região genital. Isso pode resultar em desconforto físico, irritação ou dificuldades na higiene íntima”

A ninfoplastia é realizada por um cirurgião plástico e, geralmente, ocorre em ambiente hospitalar ou clínica cirúrgica. O procedimento pode ser feito sob anestesia local, com sedação ou anestesia geral, dependendo das preferências da paciente e da extensão da cirurgia. Famosas como Maíra Cardi, Gretchen e Déa Lúcia, mãe do ator Paulo Gustavo, já declararam ter passado pelo procedimento.

Patricia orienta que a mulher que opta por uma cirurgia íntima deve procurar um especialista, como um cirurgião plástico, para esclarecer suas preocupações e alinhar os objetivos. “É importante que a paciente entenda que a genitália feminina é única para cada mulher, e é normal ter variações”, ressalta.

Além disso, a especialista chama a atenção para a influência das redes sociais e dos padrões de beleza. “Não há um padrão para a região íntima. A mulher deve optar pelo procedimento se desejar, e não por pressão da sociedade ou influência de famosas”, diz a médica.

O pós-operatório

Como a região é muito sensível, os primeiros dois dias são os mais incômodos para a mulher, segundo o médico. “É comum a sensação de uma certa ardência. Inchaço no local é esperado e pequenas equimoses (roxos) são comuns também, nesses primeiros dias. Para amenizar os sintomas, recomendamos o uso de medicamentos e cuidados locais”, explica Igor Padovesi.

Recomendamos repouso por cerca de 15 a 20 dias, mas depende da recuperação individual. Exercícios que não causam tanto contato ou atrito direto com a região podem ser iniciados após cerca de 10 dias, se a mulher se sentir bem para tal.

Por fim, o médico enfatiza que o procedimento não causa a perda da sensibilidade sexual feminina, que provém do clitóris, região que não é manipulada no procedimento. Pelo contrário, como comprovado em estudo, as mulheres que se submetem à ninfoplastia têm uma melhora significativa do desejo e interesse pelas relações. “O resultado, quando nem é possível dizer que a região foi operada (já que não deixa cicatrizes) e já não terá mais nenhuma sensibilidade, é esperado em 3 a 4 meses”, finaliza o médico.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.