Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 24 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Sétima edição do Salão Nacional do Turismo promove diversidade do Brasil

Maior evento do setor no país teve início nesta sexta, dia 15, e segue até domingo. Com entrada gratuita, reúne palestras, atrações dos principais destinos brasileiros e manifestações culturais
Foto: Pedro França / MTur
Foto: Pedro França / MTur

A 7ª edição do Salão Nacional do Turismo teve início nesta sexta-feira, 15 de dezembro, em Brasília. Durante três dias, estados e municípios terão a chance de expor os atrativos que compõem a oferta turística do país. Promovido pelo Ministério do Turismo, a cerimônia de abertura contou com a presença do ministro Celso Sabino (Turismo) e do presidente da Embratur, Marcelo Freixo, além de outras autoridades. O evento ocorre no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), tem entrada gratuita e vai até domingo, dia 17, com a expectativa de receber mais de 20 mil pessoas.

O ministro Celso Sabino evidenciou as conquistas para o setor de turismo neste ano, em especial a inauguração do escritório da Organização Mundial do Turismo (OMT), no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, o primeiro nas Américas. Sabino ressaltou também a diversidade disponível no salão realizado na capital federal e a unidade do povo brasileiro.

“Aqui estão expostas as experiências turísticas de todas as unidades da Federação, demonstrando que, mesmo com a pluralidade de danças, sotaques e sabores, somos uma só nação. O Salão do Turismo reacende a esperança de um futuro melhor, mais inclusivo, com mais distribuição de renda, e reafirma que o brasil é um só povo”, disse o ministro.

Para o presidente da Embratur, Marcelo Freixo, a retomada da boa imagem do Brasil no exterior abre portas para que o país renove seu potencial como um destino valorizado no cenário internacional.

“Quando a gente fala que o Brasil voltou, a gente está falando de diálogo, de democracia, mas também do Brasil como um espaço de destino, que precisa olhar para o mundo e abrir suas portas”, ponderou o presidente da Embratur. 

SEGMENTOS 

Retomado após 12 anos, o Salão abrange cinco grandes eixos: Turismo de Natureza, Turismo Rural, Sol e Praia, Turismo Cultural e Turismo de Tendências. A feira também proporciona palestras e debates sobre assuntos relacionados à atividade turística, além de atrações culturais, gastronômicos e musicais. Os cinco eixos estão presentes em todo o espaço do Salão.

Na área do Turismo de Natureza, os visitantes podem participar de uma imersão em experiências que vão do cicloturismo ao ecoturismo, passando pela observação de aves, de flora e fauna, além de incríveis roteiros do turismo de aventura, náutico e de pesca. Os encantos do campo e da vivência rural, que abrangem o enoturismo e o turismo de base comunitária, estão disponíveis no eixo Turismo Rural.

Já na área de Sol e Praia, não falta o litoral brasileiro, com direito a turismo de luxo, casamento e lua de mel. Para os apaixonados por cultura, no eixo Turismo Cultural, experiências tradicionais e o turismo criativo englobam roteiros que exploram patrimônios históricos, cívicos, arqueológicos e religiosos.

Na área do Turismo de Tendências, são expostas opções de afroturismo ao etnoturismo, incluindo o projeto Experiências do Brasil Original (EBO), a Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (RedeTrilhas) e os Destinos Turísticos Inteligentes (DTI).

GASTRONOMIA 

No espaço “Cozinha Show”, a oferta é proporcionar ao visitante uma viagem sensorial pelos sabores autênticos de cada região. Pratos típicos como Torta Capixaba, Mousse de Cupuaçu, e Tacacá estarão em destaque nos três dias do evento. Ao final de cada dia, o público do evento terá a oportunidade de conferir shows de renomados artistas brasileiros, a exemplo de Maiara e Maraísa, Sambô e Vanessa da Mata.

A programação inclui uma reunião do Conselho Nacional de Turismo (CNT), que volta a ser um espaço de protagonismo diverso da sociedade civil. No mesmo dia, à noite, serão conhecidos os vencedores do Prêmio Nacional do Turismo, que reconhece as melhores práticas e talentos que fazem a diferença e contribuem com o desenvolvimento do setor.

No campo cultural, o Salão traz apresentações que vão desde danças folclóricas até tradições alemãs, como a Hochsollerleben Band de Blumenau. Mesas redondas abordam temas sobre turismo de luxo, casamento e lua de mel, proporcionando insights valiosos para os participantes.

O último dia do evento, domingo, 17 de dezembro, está reservado para um seminário do Programa de Regionalização do Turismo (PRT), criando um canal de interlocução e acompanhamento dos avanços regionais do turismo nacional. O objetivo é promover a integração, aprimorar o diálogo e ampliar a troca de experiências entre representantes do setor turístico de todo o país.

O Grupo Indígena Wagôh Pakob e apresentações de carimbó paraense e funk carioca pelos Imperadores da Dança são as atrações do domingo, que também conta com mesas redondas explorando temas como turismo de natureza, turismo rural e cultural, além de novas tendências.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.