Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 17 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Sidney Magal se diz bissexual em entrevista: ‘Me dou ao direito’

A crítica me chamava de gay, os maridos iam aos shows e gritavam “viadinho”. Tenho um lado feminino, nunca escondi isso. Mas nunca tive amor por um homem, se é o que querem saber. Tive algumas admirações, mas nunca me apaixonei

O cantor Sidney Magal se declarou bissexual durante o programa Roda Viva, desta segunda-feira. O artista, que disse ainda nunca ter tido uma experiência bissexual, explicou a declaração aos entrevistadores.

Eu me dou o direito de dizer que sou, apesar de nunca ter experimentado nenhuma experiência bissexual disse o cantor no programa da TV Cultura. O fato de você entender que você é um ser humano, que tem desejos, que você tem o direito de se direcionar para esse prazer que você quer ter. E esse prazer pode ser com pessoas do mesmo sexo, ou não.

Eu já tive (esse desejo). Antes até de ser conhecido como Sidney Magal, eu tive um grande amigo, argentino, que era bailarino. Ele era uma pessoa tão cativante, tão emocionante, que eu comecei a duvidar da minha sexualidade (…) Conversamos muito sobre isso. E ele falou: se você estiver livre a à vontade, conte comigo. Depois acabou, passou, e nunca mais aconteceu disse ainda.

Em 2017, em entrevista à Revista Época, Magal disse nunca ter tido “amor por um homem”.

Todo ser humano é bissexual, tem desejos variados, mas depois opta. A crítica me chamava de gay, os maridos iam aos shows e gritavam “viadinho”. Tenho um lado feminino, nunca escondi isso. Mas nunca tive amor por um homem, se é o que querem saber. Tive algumas admirações, mas nunca me apaixonei. Rolaria na boa, mas não aconteceu disse o músico, em 2017.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.