Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 16 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Sobrinho de prefeito e filho de secretário é preso traficando 12,5 kg de super-maconha e pasta base de cocaína

O rapaz confessou o crime e contou que receberia uma quantia em dinheiro para trazer a droga até o Bairro Tiradentes, em Campo Grande
Imagem - Arquivo/Facebook
Imagem - Arquivo/Facebook

Guilherme Garcia Iunes, de 26 anos, foi preso em flagrante, ontem (11), pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), transportando 10 quilos de skunk, também conhecido como “supermaconha”, e 2,5 quilos de pasta base de cocaína. A prisão aconteceu no posto fiscal Lampião Aceso, na BR-262, na entrada de Corumbá, a 428 quilômetros da Capital.

Iunes é sobrinho do prefeito de Corumbá, Marcelo Aguilar Iunes (PSDB), e filho do ex-secretário Municipal de Gestão e Planejamento, Eduardo Aguilar Iunes, irmão do gestor municipal.

Segundo o boletim de ocorrência registrado na 1ª DP (Delegacia de Polícia) de Corumbá, o flagrante aconteceu por volta das 12h. Guilherme ia para Campo Grande em um carro de aplicativo, em viagem compartilhada. Além dele, estavam outro passageiro e o motorista.

Durante a abordagem da PRF, o rapaz contou que ia passar alguns dias de férias em Campo Grande, mas não soube dizer o local em que ficaria e nem quanto tempo. O nervosismo dele levantou a suspeita dos policiais. O rapaz se apresentou como acadêmico, mas não há informação se comprovou vínculo com a instituição citada no depoimento.

Os policiais abriram o porta-malas e sentiram o cheio de maconha. Na revista da mala de Guilherme Iunes, os tabletes foram encontrados. O rapaz confessou o crime e contou que receberia uma quantia em dinheiro para trazer a droga até o Bairro Tiradentes, em Campo Grande, e assim que chegasse, teria mais detalhes de onde seria o destino da entrega.

O motorista e o outro passageiro foram liberados para seguir viagem, já que foi constatado que eles não sabiam do tráfico e não tinham qualquer ligação com Guilherme Iunes.

A reportagem tentou contato com o Marcelo Iunes, mas não obteve retorno. A assessoria da prefeitura disse que não haveria qualquer comunicado oficial sobre o caso. Não conseguimos contato com Eduardo Iunes.

O rapaz foi levado para a delegacia de Polícia Civil de Corumbá, onde foi indiciado por tráfico de drogas e seguirá em investigação.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.