Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Traficantes debocham de viatura do Exército e acabam presos com veículo abarrotado de maconha em Ponta Porã

“É disso que nóis gosta. Sexo, drogas e violência. Pancadão do tráfico” foi a legenda incluída no vídeo, que tem como trilha sonora a música “Calcetas Rosas”
Militar sinaliza para carros na BR-463, durante Operação Ágata Fronteira Oeste II
Militar sinaliza para carros na BR-463, durante Operação Ágata Fronteira Oeste II

com o carro lotado de maconha tiraram onda com militares do Exército que circulavam pela BR-463 durante operação especial das Forças Armadas para tentar conter o crime organizado na fronteira com o Paraguai.

Dois homens em um carro não identificado, carregado com fardos de maconha, seguem pela rodovia em direção à Avenida Brasil. Perto do Monumento das Cuias, o carro se aproxima de caminhão do Exército com um militar fardado sentado na parte traseira.

O traficante que seguia no banco do carona gravou o vídeo mostrando o caminhão do Exército à frente e depois mostrou os fardos de maconha dentro do veículo.

“É disso que nóis gosta. Sexo, drogas e violência. Pancadão do tráfico” foi a legenda incluída no vídeo, que tem como trilha sonora a música “Calcetas Rosas”, do grupo Mandingo. As imagens ainda mostram que o carro era equipado com rádio de comunicação, equipamento usado para contato com “batedores” de cargas.

O vídeo não tem data, mas moradores da fronteira ouvidos afirmam que as imagens são recentes, possivelmente desta semana. No vídeo, é possível ver um radar instalado recentemente na rodovia. A reportagem procurou o serviço de comunicação do Exército, mas a corporação ainda não se manifestou.

Como o carro estava chegando a Ponta Porã, acredita-se que a droga tenha saído da região de Capitán Bado ou de Zanja Pytã, para ser armazenada em entreposto na cidade

Desde segunda-feira, 800 homens e 170 viaturas da Brigada Guaicurus, com sede em Dourados, desenvolvem na faixa de fronteira com o Paraguai a Operação Ágata Fronteira Oeste II, determinada no decreto presidencial 11.765.

Assinado em 1º de novembro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a medida determinou emprego de tropas das Forças Armadas, por um período de seis meses, na faixa de fronteira de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná, para fortalecimento das ações de combate aos crimes transfronteiriços.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.