Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 22 de abril de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Acusados de matar jovem de 22 anos no Danúbio Azul, pai e filho são soltos com tornozeleira

Os dois foram presos em flagrante na noite de quarta-feira (1°) após o assassinato da vítima fatal. O pai e filho estavam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Coronel Antonino
O jovem foi atingido com um tiro na altura do tórax e outro na cabeça, não resistiu e morreu no local
O jovem foi atingido com um tiro na altura do tórax e outro na cabeça, não resistiu e morreu no local

Pai e filho que haviam sido presos em flagrante acusados de matarem Erick Luciano Santos Lopes, 22, foram liberados da prisão após passarem por audiência de custódia nesta sexta-feira (03).

O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira (02), no bairro Danúbio Azul, em Campo Grande.

Conforme a decisão da justiça, Nivaldo Benjamim de Souza, de 55 anos, e Gabriel Valdonado de Souza, de 25 anos, foram liberados. No entanto, devem cumprir todas as medidas cautelares como monitoração eletrônica por 120 dias, com recolhimento domiciliar noturno, inclusive nos finais de semana e feriados e estão proibidos de se aproximarem ou manter contato com as testemunhas do caso.

Os dois foram presos em flagrante na noite de quarta-feira (1°) após o assassinato da vítima fatal. O pai e filho estavam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Coronel Antonino. Já o terceiro envolvido, Rafael Valdonado de Souza, de 27 anos, que efetuou os disparos de arma de fogo ainda está foragido. Vale destacar que o pai e o irmãos possuem várias passagens pela polícia.

O crime

De acordo com informações do boletim de ocorrência, antes de ser morto, Erick havia se envolvido em um briga. Na qual, Gabriel foi espancado por um grupo e jurou a vítima fatal de morte.

Em seguida, o autor de 25 anos retornou ao local juntamente com o pai e o irmão em um veículo modelo Peugeot 206. Gabriel e Rafael desceram do carro e Rafael efetuou os disparos contra Erick. Na sequência, eles fugiram no veículo que estava sendo conduzido por Nivaldo.

O jovem foi atingido com um tiro na altura do tórax e outro na cabeça, não resistiu e morreu no local. A Polícia Militar foi acionada e testemunhas relataram sobre o ocorrido e quem seriam os autores.

Em diligências, os policiais foram até a residência dos autores e conversaram com uma mulher, que informou que o marido e os filhos haviam saído para irem até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para procurar ajuda médica para o rapaz que tinha sido espancado.

Na unidade de saúde, os policiais localizaram o carro da família e prenderam os suspeitos em flagrante. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro Especializado de Polícia Integrada (Cepol).

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.