Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 19 de maio de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Jojo Todynho rebate críticas sobre foto com fuzil: ‘Vão combater a criminalidade com flores?’

Jojo Todynho quer se tornar delegada e tem feito curso em um centro de treinamento e formação de operações militares
Imagens - Reprodução/Instagram
Imagens - Reprodução/Instagram

Jojo Todynho não para de acumular polêmicas nas últimas semanas. Depois de rumores de que estaria com os dias contados na TV Globo, a cantora voltou a sofrer duras críticas neste final de semana após publicar fotos com um fuzil na mão. Estudante do terceiro período de Direito, a funkeira quer se tornar delegada e tem feito curso em um centro de treinamento e formação de operações militares.

Em seu perfil no Instagram, Jojo rebateu as críticas e justificou a escolha pelo curso. “Sem hipocrisia, tá bem? Eu postei a foto e sabia que isso ia dar polêmica, do curso que eu estou fazendo. Porque se eu tenho um objetivo, eu tenho que começar a me preparar. Então, existem cursos e a gente vai fazendo. Se você pega um TAF (Teste de Aptidão Física), você não tá crua, não tá abobalhada”, iniciou.

Jojo também afastou a possibilidade de ter feito apologia às armas. “‘Jojo está fazendo apologia a armas’? Estaria fazendo apologia se eu estivesse dançando com a arma na mão, isso pra mim é apologia, igual vocês veem em baile de comunidade, que fui muito, que eu curti muito. Um curso é apologia? Vocês vão combater a criminalidade como? Com flores? Vocês parem de ser hipócritas. E outra coisa: não tem nada a ver com política”, disse ela, em uma explícita referência aos rumores de ligação com Jair Bolsonaro.

Jojo seguiu o discurso apontando que existe apologia às armas em muitas músicas e clipes, sem citá-los, e destacou seu contato com armas como uma forma de “estudar e se aperfeiçoar”.

“As músicas que a gente escuta, presta atenção na letra, têm apologia a armamento, os clipes em que as pessoas usam arma… Ah, é soft? É apologia também! Se for botar no artigo, todo mundo cai. Entendeu? Aí uma pessoa que tá estudando, procurando se aperfeiçoar, não pode? Para com essa palhaçada!”, pediu.

Jojo encerrou o desabafo com declarações polêmicas. “Quando vocês forem assaltados, tomar tapa na cara de vagabundo, fica dentro de casa, não vai na delegacia não. Quando polícia vir vocês sendo roubados, polícia não tem que ajudar não, tem que deixar vocês serem roubados. Porque vocês estão querendo aí bater em quem está estudando pra servir e proteger”, afirma.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.