Pesquisar
Close this search box.
Mato Grosso do Sul, 24 de fevereiro de 2024
Campo Grande/MS
Fuente de datos meteorológicos: clima en Campo Grande a 30 días

Polícia procura casal acusado de matar homem após briga por ferramentas em Naviraí

A vítima era proprietária de vários quartos de aluguel na cidade e recentemente havia localizado alguns objetos no interior de um de seus imóveis que estava desocupado, razão pela qual havia guardado os referidos bens em sua residência até identificação do proprietário
Alexandre foi morto na porta de casa com dois tiros no peito em Naviraí - Crédito: Reprodução/Rede social
Alexandre foi morto na porta de casa com dois tiros no peito em Naviraí - Crédito: Reprodução/Rede social

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, por meio da 1ª Delegacia de Polícia de Naviraí, concluiu a investigação de um crime de homicídio qualificado por motivo fútil e indiciou um casal suspeito que encontra-se foragido. Eles tiveram suas prisões preventivas decretadas pela justiça.

O crime ocorreu no dia 04 de novembro de 2023, por volta das 23h15min, na região central da cidade. A vítima Alexandre Toshio Nakahara, 44, estava em sua residência juntamente com sua convivente quando chegou ao local uma GM S-10.

Em seguida, desceu do veículo um homem de baixa estatura, barba rala, usando calça jeans e um boné preto, portando uma arma de fogo e ao se aproximar disse que tinha conhecimento de que algumas ferramentas e um compressor de ar roubados dele estariam naquele local, momento em que a vítima confirmou que de fato estava na posse de alguns objetos, mas solicitou que ele fosse até a polícia registrar boletim de ocorrência que depois os entregaria.

A vítima era proprietária de vários quartos de aluguel na cidade e recentemente havia localizado alguns objetos no interior de um de seus imóveis que estava desocupado, razão pela qual havia guardado os referidos bens em sua residência até identificação do proprietário. O autor tentou verificar o interior da residência da vítima, mas foi empurrado para fora do imóvel.

Em seguida, a esposa do autor desceu do veículo na posse de outra arma de fogo e veio na direção deles, quando ouviu-se um estampido de disparo de arma de fogo. Logo após o disparo, os dois fugiram.

A vítima ficou caída ao solo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e compareceu ao local para prestar atendimento, constando que a vítima havia sido alvejada por um disparo de arma de fogo na região do tórax, sendo encaminhada ao Hospital Municipal, onde não resistiu a gravidade do ferimento e foi a óbito.

A equipe de investigação e a perícia técnica foram acionadas para realizar os levantamentos, apurando-se preliminarmente que Grazieli Medina Ferreira, 34, e seu convivente Claudinei Ferreira Neto, o “Poquinha”, 39, estariam envolvidos no crime. Durante as investigações foi confirmado o envolvimento dos dois na empreitada criminosa, o que motivou a autoridade policial a representar pela prisão preventiva.

Assim que o pedido foi deferido pelo Poder Judiciário, os autores foram procurados, mas não foram localizados.

Suas preferências de cookies

Usamos cookies para otimizar nosso site e coletar estatísticas de uso.